24 de setembro de 2012

ETIOS, A TOYOTA EM NOVA ARENA

Fotos: Toyota e autor



A Toyota estava mesmo com pressa. Em praticamente dois anos tratou de construir nova fábrica, em Sorocaba (SP) às margens da rodovia SP-280 Castello Branco, a 92 quilômetros da capital paulista, para produzir um carro compacto e, desse modo, atuar em um segmento onde nunca esteve. O carro é o Etios, cujo nome deriva da palavra grega Ethos, "essência original", e chega em versões hatchback e sedã dois anos depois de iniciada sua produção na Índia. Já são 1.500 funcionários na nova fábrica, inaugurada em 9 de agosto último.

O hatchback mede 3.777 mm de comprimento com entreeixos de 2.460 mm, e mostra a boa largura (no segmento) de 1.695 mm e altura de 1.510 mm. Já o sedã tem entreeixos 90 mm maior, 2.550 mm, com a mesma largura e altura do hatchback, e 4.265 mm de comprimento. Não há nenhuma versão com motor 1-litro, só 1,3 e 1,5-litro, este o único utilizado no sedã.  "Nosso 1,3-litro tem consumo de 1,0", justificou Luiz Carlos de Andrade Júnior, vice-presidente sênior Corporativo e Comercial da Toyota.

Visual agradável, pessoalmente melhor ainda; comportamento é perfeito

Se a arena de luta já estava agitada, agora vai ficar mais. Para ser ter una idéia, nos hatchbacks há Gol, Fox, Palio, Agile, C3,  Fiesta Rocam, March, 207, Sandero e, claro, um contendor que acaba de chegar, o Hyundai HB20. Entre os sedãs, Voyage, Grand Siena, Fiesta Rocam, Versa, 207 Passion, Logan, Symbol e Cobalt, mas nada de HB20 sedã por enquanto, só em março do ano que vem.

As vendas começam já no dia 28 e versões e preços do Etios são:


Versão
R$
Hatchback 1,3
29.990
Hatchback 1,3 X
33.490
Hatchback 1,3 X com ar-condicionado
36.190
Hatchback 1,3 XS
38.790
Hatchback 1,5 XLS
42.790
Sedã 1,5 X
36.190
Sedã 1,5 X com ar-condicionado
38.890
Sedã 1,5 XS
41490
Sedã XLS
44.690


O único opcional do Etios é o ar-condicionado, disponível para as versões X (de série na XS e XLS).

A Toyota acha que a distribuição entre hatchback e sedã será 70-30% e nos primeiros o motor 1,3-litro será maioria, com 60%. A previsão de vendas anuais é 70.000 unidades, mas não deverá demorar a chegar a 100 mil, disse a fabricante na apresentação à imprensa.

Motores e transeixos vêm do Japão, a exemplo do Corolla. Só no segundo semestre de 2015, inaugurada a nova fábrica de motores em Porto Feliz (SP), todos os modelos e versões Toyota terão motores fabricados no Brasil. Transeixos continuarão a aer importados, sem previsão de produção aqui.

Ambos são motores bem evoluídos, com bloco e cabeçote de alumínio, dois comandos de válvulas acionados por corrente e quatro válvulas por cilindro. O coletor de escapamento é integrado ao cabeçote. O motor menor, com 72,5 mm de diâmetro por 80,5 mm de curso, desloca 1.329 cm³ e entrega 84 cv a 5.600 rpm com gasolina e, com álcool, 90 cv, mesma rotação. Torque, 11,9 m·kgf e 12,8 m·kgf (A), a 3.100 rpm. A taxa de compressão é 12,2:1.

Motores modernos, bloco e cabeçote de alumínio, duplo comando com acionamento por corrente, a Toyota sem medo  de dotá-los de 16 válvulas, mas tanto o 1,3 quanto o 1,5  poderiam ter um pouco mais de potência; interior do compartimento do motor e parte interna do capô é em primer, de aspecto muito ruin

O 1,5-litro (1.496 cm³), de idêntica arquitetura, resulta do aumento do curso para 90,6 mm e produz 92 cv com gasolina e 96,5 cv com álcool, também a 5.600 rpm. Torque, 13,9 m·kgf  com gasoluna ou alcool, indiferente, também a 3.100 rpm. A taxa de compressão é marginalmente menor no 1,5-L, 12,1:1. As relações das cinco marchas e do diferencial são as mesmas para os dois motores. e para as duas carrocerias, de Cx 0,31 no sedã e 0,33 no hatchback.

São bons motores, porém não expoentes, considerando materiais (bloco de alumínio) e arquitetura, além de virem montados do Japão. Para ilustrar, o motor do JAC J3, com 3 cm³ mais, desenvolve 104 cv a 6.000 rpm, é só a gasolina, mesmo com taxa de compressão bem mais baixa, 10,5:1. O torque do chinês (motor desenvolvido pela AVL austríaca, bem-entendido) é superior, 14,1 m·kgf a 4.500 rpm, e o variador de fase na admissão garante elasticidade.

No dia do lançamento só dirigi o 1,3-litro, por questão de agenda e horário, que se mostrou mais do que adequado, com suavidade de funcionamento e boa pegada em baixa, ajudado, naturalmente, pelo baixo peso do XS dirigido, 945 kg. O corte de rotação é um tanto prematuro, a 6.000 rpm, sendo do tipo misto, ou seja, "sujo" no começo mas logo passando a "limpo", uma boa solução por alertar ao motorista para logo depois cessarem os pequenos mas incômodos trancos. O comando do acelerador é elétrico com gerenciamento eletrônico e possibilita esse padrão de corte.


Traseira é elegante e tem delfetor de teto

Inacreditavelmente, não foi informada velocidade máxima, mas por cálculo o Etios 1,3 pode chegar a 170 km/h. Em 5ª corresponde a 4.900 rpm, 700 rpm distante da rotação de potência máxima (5.600 rpm), portanto provavelmente não chegaria à velocidade possível nessa marcha. Em 4ª corresponde a 5.900 rpm, 300 rpm acima da rotação-pico, o que define o câmbio como 4+E. A 120 km/h em quinta o motor está a 3.460 rpm, muito bom para um 1,3-litro/ Seguindo o mesmo raciocínio para o hatchback XLS 1,5-litro, ele chega a 173 km/h. Como os pneus do 1,5-L têm diâmetro 3,4% maior, a transmssão final é mais longa. Com o motor maior, em quarta a essa velocidade o motor está a 5.800 rpm e em quinta, a 4.800 rpm, mesmo caso do 1,3-litro. A 120 km/h, 3.360 rpm, excelente.


Estilo agradável do sedã é ajudado pelo entreeixos 90 mm maior

O sedã, pelo melhor Cx com a mesma área frontal, pode chegar a mais, 186 km/h. Nesse caso, em 5ª o motor estaria a 5.220 rpm, portanto mais perto da rotação de potência máxima, mesmo assim talvez perdendo 2 a 3 km/h. Em quarta seria impossível, pois a rotação seria de 6.300 rpm, provavelmente cortando antes ou, se não cortasse, com a curva de potência já em acentuada queda. Então, conceitualmente o sedã é um 5-marchas pleno. Nesse ponto os engenheiros da Toyota merecem ser reverenciados, pois com um só conjunto de engrenagens conseguiram atender às necessidades de dois motoes e duas carrocerias.


As acelerações 0-100 km/h declaradas  são:
:

Etios, aceleração 0-100 km/h, segundos
Hatchback 1,3
12,2 (G), 11,8 (A)
Hatchback 1,5
11,5 (G), 11,1 (E)
Sedã 1,5
11,8 (G), 11,3 (E)

Os consumos de combustível foram informados, aplausos para a Toyota:


Etios, consumo

Hatchback 1,3
Hatchback 1,5
Sedã 1,5
Cidade (km/L)
12,5 (G), 8,5 (A)
12,4 (G), 8,5 (A)
11,9 (G), 8,4 (A)
Estrada (km/L)
13,0 (G) 9,0 (A)
13,4 (G), 8,9 (A)
14,0 (G), 9,3 (A)

A fábrica informou que, com esses números de consumo, o Etios mereceu a nota verde, "A", máxima, do Programa Brasileiro de Etiquetagem Veicular (saiba mais). Mas mesmo com o bom consumo o tanque de combustível poderia ser um pouco maior, 45 litros é pouco, especialmente para quem optar por usar álcool.


Ótimo espaco interno e assoalho traseiro praticamente plano, interfere pouco com os pés do passageiro do meio

Espaçoso

Ponto alto no Etios é o espaço interno. Três pessoas de peso normal se sentam bem no banco traseiro, com amplo espaço para pernas. A sensação de amplitude interna logo é percebida ao entrar, porém seria bem vindo apoio de cabeça central, mesmo sendo o cinto correspondente apenas subadominal.. O assoalho traseiro é quase plano, pouco interferindo com os pés do passageiro do meio. A capacidade do compartimento de bagagem do hatchback é média dentro da categoria, 270 litros, mas a do porta-malas do sedã é superlativa com seus 562 litros.

Porta-malas do sedã é de fazer inveja a muito carro de maior porte

Nas duas carrocerias o estepe, de medida igual às demais rodas, fica alojado no assoalho desses compartimentos, em poço dedicado, mas mesmo com todo o espaço interno não sobrou lugar para o macaco, que ficou sob o banco do motorista, péssimo de ser retirado e pior ainda para ser guardado. É uma nota destoante diante do que se esperava de um compacto da marca  que é notória pelo refinamento.

A área sob o banco do motorista não é lugar adequado para guardar o macaco, a Toyota precisa pensar em outra solução

Na linha Etios existe um "patinho feio", a versão do hatchback 1,3 cujo nome não tem complemento alfabético. É bastante limitado em equipamentos (veja lista no final), como não poder vir, nem opcionalmente, com ar-condicionado, direção assistida, ajusta de altura do volante, conta-giros (este nem no X), espelho de vaidade nos pára-sóis, travas elétricas, desembaçador e limpaor/lavador do vidro traseiro, freios ABS e tampouco as barras estabilizadoras dianteira e traseira.

O quadro de instrumentos no centro do painel, para o motorista, não é a melhor solução, especialmente a leitura do velocímetro que, por ser analógico, leva à dificuldade de se saber com razoável precisão a velocidade, devido principalmente à paralaxe (diferença aparente entre duas localizações do mesmo objeto, obtidas a partir de pontos de observação diversos), além de o conta-giros ficar distante e ser muito pequeno. No Citroën C4 Picasso, também de quadro de instrumentos central, o velocímetro é digital, em que basta um golpe de olho para se saber a velocidade, e no mesmo painel de cristal liquido está o conta-giros virtual, fácil de ler. A fábrica deveria rever essa questão. Como também repensar certos detalhes, como o medidor de combustível em estranha escala gráfica horizontal e o botão do fecho do capô, simplório demais e num lugar que não é habitual (veja na foto), além de não ter nenhuma identificação.

Não é mesmo a melhor solução, instrumentos no centro do painel quando eles são analógicos
Esse botão é o do fecho do capô. Sem comentários
 
Outra nota destoante é a pintura em primer no interior do compartimento do motor e na face interna do capô, de péssimo aspecto, de coisa barata. Tenho certeza de que ninguém se incomodaria de pagar alguns reais a mais para ter um visual normal nesse parte. Como está é muito feio. Economia visível também na mola a gás única de sustentação aberta da porta de carga no hatchback (como no Uno), o mesmo para o cordão do tampão esconde-objetos, só um, ambos os itens no lado direito. Em compensação, há repetidoras dos indicadores de direção nos pára-lamas dianteiros, item menosprezado por alguns fabricantes nacionais, tendo um deles, a Citroén, chegado ao cúmulo de tê-las eliminado no novo C3.


Repetidoras dos indicadores de direção nas laterais, elogiável, é como deveria ser em todos os carros

E mais outra surpresa, a inexistência de ajuste e altura da ancoragem dos cintos dianteiros e do banco do motorista. Um dos dois tem que ter, ou nem todos se sentirão confortáveis no posto de condução, tampouco quem estiver no banco da direita. Surpresa também a embreagem não ter comando hidráulico cada vez mais utilizado pela indústria, valendo-se do velho cabo de aço trançado tipo Bowden.

Uma característica do Etios, que não se via desde o Volkswagen SP2 de quarenta anos atrás, é o limpador de pára-brisa com braço pantográfico. É só um limpador, igual ao Uno, neste de movimento em arco (de translação, no caso do pantógrafo), e ao Renault Twingo, pantográfico também. A vantagem dessa solução é a área de varredura com um limpador ser igual ou melhor que a com dois. O comando do limpador tem a útil e bem-vinda função uma-varrida por um toque para baixo na alavanca, que nem todos os fabricantes provêm.

Limpador de pára-brisa único e pantográfico, característica e ponto alto do Etios

A suspensão do Etios é a trivial, mas eficaz, receita: McPherson dianteira-eixo de torção traseira, molas helicoidais, amortecedores pressurizados e barras estabilizadoras (estas exceto no hatchback básico, como vimos). Como em vários carros com esse tipo de suspensão traseira, as buchas-mancal do eixo traseiro têm limitador de deformação longitudinal para garantia de ortogonalidade do eixo em relação à carroceria, importante para o comportamento nas curvas. A suspensão do Etios consegue conciliar conforto e estabilidade e a indexação à velocidade da assistência elétrica de direção é perfeita, proporcionando carga de volante ideal em todas as situações. É um ponto alto do carro.

A capacidade de curva satisfaz plenamente com os pneus 175/65R14 das versões 1,3-litro (185/60R15 quando 1,5-litro) e o comportameto é praticamente neutro. Não há dados da direção, mas a relação adotada é adequada, está dentro da média. Inclusive, o diâmetro mínimo de curva de 9,6 metros do hatchback e 9,8 metros do sedã são apreciados na hora de manobrar. Mas é preciso posicionar melhor os pedais de freio e acelerador, pois o punta-tacco é virtualmene impossível devido à distância entre eles. E o(a) motorista agradecerá se pelo menos o acionamento elétrico do vidro da porta dele(a) for um-toque.

Pedais de freio e acelerador muito distante, punta-tacco impossível

Apesar de tudo o que foi apontado aqui, o Etios é um carro agradável e certamente terá uma legião de apreciadores. Apresenta aspetos que denotam boa engenharia, como os coxins hidráulicos do conjunto motor-câmbio, fundamentais para o conforto de marcha, embora pareça uma coisa não ter a ver com outra, mas tem. É um carro ágil, silencioso a bordo, de boa visibilidade (mas falta a faixa degradê no párabrisa!). Bom de dirigir, até o pomo da alavanca de câmbio foi deixado a salvo da sanha dos estilistas: seu formato é de pera, perfeito.

Em breve o AE andará nas outras versões, inclusive a habitual avaliação "No uso".

As concessionárias Toyota estão a postos e muitos consumidores devem estar ansiosos por conhecer o compacto da marca japonesa.


BS



FICHA TÉCNICA ETIOS
Hatchback
Sedã

Básico
X
XS
XLS
X
XS
XLS

MOTOR
4 cilindros em linha, duplo comando de válvulas no cabeçote, corrente, 4 válvulas por cilindro,atuação direta sem compensação hidráulica de folga, bloco e cabeçote de alumínio; instalação transversal
Cilindrada
1.329 cm³
1.496 cm³
Diâmetro e curso
72,5 x 80,5 mm
72,5 x 90,6 mm
Taxa de compressão
12,2:1
12,1:1
Potência
84 cv (G) e 90 cv, (A)
92 cv (G) e 96,5 cv (A)
Rotação
5.600 rpm
Torque
11,9 m·kgf (G e 12,8 m·kgf (A)
13,9 m·kgf (G e A)
Rotação
3.100 rpm
Formação de mistura
Injeção eletrônica seqüencial no duto
Combustível
Gasolina E22 a álcool (flex)
TRANSMISSÃO
Câmbio
Transeixo dianteiro de 5 marchas manuais, tração dianteira
Relações das marchas
1ª 3,545:1; 2ª 1,913:1; 3ª 1,310:1; 4ª 0,973:1; 5ª 0,804:1; ré 3,214:1
Relação do diferencial
3,944:1
SUSPENSÃO
DIANTEIRA
Independente, McPherson, braço triangular inferior, mola helicoidal e amortecedor pressurizado
Barra estabilizadora
Não
Sim
TRASEIRA
Eixo de torção, mola helicoidal e amortecedor pressurizado
Barra estabilizadora
Não
Sim
DIREÇÃO
Tipo
Pinhão e cremalheira, assistência elétrica indexada à velocidade
Diâmetro mínimo de giro
9,6 m
9,8 m
FREIOS
Dianteiros
A disco ventilado
Traseiros
A tambor
RODAS E PNEUS
Rodas
Aço, 5J x 14
Alumínio, 5,5J x 15
Aço, 5J x 14
Alumínio, 5,5J x 15
Pneus
175/65R14
185/60R15
175/65R14
185/60R15
DIMENSÕES
Comprimento
3.777 mm
4.265 mm
Largura
1.695 mm
Altura
1.510 mm
Distância entre eixos
2.460 mm
2.550 mm
PESOS E CAPACIDADES
Peso em ordem de marcha
915 kg
940 kg
945 kg
965 kg
955 kg
965 kg
980 kg
Porta-malas
270 litros
562 litros
Tanque de combustível
45 litros
GARANTIA
3 anos ou 100.000 km
TROCA DE ÓLEO
10.000 km ou 1 ano
REVISÕES
10.000 km
CORES
Branco, preto, cinza, azul (sedã e hatchback), verde e vermelho (hatchback)





EQUIPAMENTOS ETIOS
Hatchback
Sedã

Básico
X
XS
XLS
X
XS
XLS
APARÊNCIA
Acabamento cromado da tampa do porta-malas
S
S
Acabamento interno das portas de tecido
S
S
Acabamento preto na coluna central
S
S
S
S
Defletor traseiro
S
S
S
Difusores de ar com acabamento cromado
S
S
Grade dianteira na cor da carroceria
S
S
S
S
S
S
Maçanetas externas e carcaça dos espelhos na cor da carroceria
S
S
S
S
Maçanetas internas com acabamento preto fosco
S
S
Manopla do câmbio com acabamento especial
S
S
Pára-choques na cor da carroceria
S
S
S
S
S
S
S
Rodas de aço de 14" com calotas integrais
S
S
S
S
S
Rodas de alumínio 15"
S
S
Volante com acabamento prata fosco
S
S
S
S
CONFORTO E COMODIDADE
Abertura elétrica do porta-malas
S
Abertura interna da portinhola do tanque de combustível
S
S
S
S
S
S
S
Abertura interna do porta-malas
S
S
S
S
S
S
Acelerador de comando eletrônico
S
S
S
S
S
S
S
Acionamento elétrico dos vidros dianteiros e traseiros
S
S
S
S
Ajuste de altura do volante de direção
S
S
S
S
S
S
Aquecedor
S
S
S
S
S
S
S
Ar-condicionado com filtro de pólen
O
S
S
O
S
S
Assistência elétrica de direção indexada à velocidade
S
S
S
S
S
S
Banco traseiro rebatível
S
S
S
S
S
S
S
Bancos revestidos com tecido especial
S
S
Chave com comando de abertura e fechamento de portas
S
S
Console central com dois porta-copos dianteiros e um traseiro
S
S
S
S
S
S
S
Conta-giros
S
S
S
S
Pára-sóis com espelho
S
S
S
S
S
S
Porta-malas com iluminação
S
S
S
Travas elétricas
S
S
S
S
SEGURANÇA
Alarme de cinto não atado
S
S
S
S
S
S
S
Alarme de portas mal-fechadas
S
S
S
S
S
S
S
Alarme periférico antifurto
S
S
Bolsas infláveis frontais
S
S
S
S
S
S
S
Cintos dianteiros com pré-tensionador e limitador de força
S
S
S
S
S
S
S
Desembaçador do vidro traseiro
S
S
S
S
S
S
Faróis de neblina
S
S
Freios ABS com distr. eletrôn. forças fren.
S
S
S
S
S
S
Imobilizador de motor
S
S
S
S
S
S
S
Jogo de tapetes (4 unidades)
S
S
S
S
S
S
S
Limpador e lavador do vidro rraseiro
S
S
S
Terceira luz de freio (conjunto de LEDs)
S
S
S
S
S
S
S
ÁUDIO
Antena
S
S
S
S
S
S
S
Dois alto-falantes e dois tweeters
S
S
S
S
Rádio/toca-CD com MP3 e entrada USB
S
S
S
S








– Não disponível    S de série    O opcional









284 comentários:

  1. Parece um carro muito bom que pecou apenas nos detalhes.

    Com certeza vai vender bem pro consumidor médio, mas entusiastas que gostam de coisas no mínimo acertadas, como nos pedais de comando, vão se incomodar muito. Lembrando que tem muito carro mais barato que possui os pedais na posição correta.

    ResponderExcluir
  2. Os coreanos da Hyndai devem estar felizes em atestar a incopentencia da concorrencia o HB 20 vai tomar de assalto o mercado e criar um novo paradigma no segmento de compactos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Menos totiy, menos...
      Essa empolgação vai passar qdo chegar a primeira revisão do "melhor compacto da galáxia feito no brasil"

      Excluir
    2. E vender com ágio pois não vão dar conta da demanda.

      Excluir
    3. Vai ser lindo a quantidade de defeitos das primeiras unidades.

      Excluir
    4. O padrão de qualidade exigido nas empresas coreanas é bem superior às japonesas ,o HB 20 vai surpreender muita gente...quem viver verá!

      Excluir
    5. Menos, menos. O 1.0 com ABS do HB20, custará na casa dos 38 000 reais completo. Nessa faixa, já dá pra pegar o Toyota Etios sedan , com ar-condicionado, direção elétrica(no HB20 é hidráulica),ABS, motor 1.5 e etc. O HB20 1.6 com esses equipamentos do Etios, também está na casa dos 37 000 reais, bem próximo do sedan. Não dá pra comparar um sedan com um Hatch. O Etios sedan vêm com espaço interno elogiado, principalmente na traseira. O HB20 foi criticado neste quesito. Sem falar que o sedan têm um porta-malas bem generoso. O Etios têm suas armas. O HB20 também têm as suas. Agora ficar endeusando o HB20 só porque têm uns traços mais marcante e um acabamento melhorzinho e ficar condenado o Etios sem ao menos ver suas qualidades, só está vendo pelo lado do marketing.

      Excluir
    6. Totiy. Com base em que você afirma "O padrão de qualidade exigido nas empresas coreanas é bem superior às japonesas ,o HB 20 vai surpreender muita gente...quem viver verá!" ?

      Outra pergunta, será que ambos os carros se destinam ao mesmo tipo de consumidor? E será que a aparência é crucial na venda de um carro compacto? E a qualidade, facilidade de manutenção e confiabilidade? Isso, sobra pra Toyota. Ninguém precisa viver mais para provar, é algo que está intrínseco na Toyota desde sua fundação.

      E a Toyota já adiantou o mercado, descartando as versões 1.0, tendo em vista que a venda dos motores de 1000cc estão em queda.

      Excluir
    7. HAHAHAHAHAHA
      desculpe, mas ri muito ao ler você falar de "QUALIDADE" neste carro.
      Qualidade é isso aí, macaco solto no chão, painel ilegível no meio e outros mais...
      Toyota para a ÍNDIA é uma coisa bem diferente da Toyota para os EUA.

      Excluir
  3. Na boa. É muito mal desenhado. Muito.

    A mulher pode ser muito boa gente, muito boa mãe... mas sem dentes, sem um olho, truculenta e fedida, não dá, simplesmente não dá.

    E eu que achei que a feiura tinha parado no Agile, Ka e Versa...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O sedã se parece muito com o Logan. E olha que esse foi lançado diante de muita crítica e vem vendendo e agradando muito bem o mercado

      Excluir
  4. Visual agradável e traseira elegante?

    Desculpe, mas meu conceito estético sobre este carro é totalmente diferente.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é... Pôr uma foto do Etios e falar que é elegante ou agradável é que nem mostrar um slide de montanha e começar a falar sobre as férias na praia...

      Excluir
  5. Novamente o Bob comentando desenho/estética.
    Novamente escrevendo besteira fora de sua alçada.
    Nunca vi tanto desconhecimento de estilo, até a 4 Patas escreve melhor sobre isso.

    Lamentável.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anônimo 24/09/12 12:18
      Estilo agrada ou não, não tem nada a ver com conhecimento. Quando o Uno foi lançado os "conhecedores de estilo" criticaram. Se para você um carro é feio e eu acho bonito, problema seu, sr. especialista de estilo.

      Excluir
    2. Ricardo - Vitória ES24/09/12 13:25

      Caramba, mas o uno é feio pra caramba mesmo e sempre foi assim desde a época do lançamento, qual a dúvida disso? Gosto é algo pessoal mesmo, porém este desenho dos faróis e lanternas + grade frontal já são manjados mesmo e remetem a desenhos já caídos no desgosto geral, fato uai. Mesmo caso visto no versa.

      Excluir
    3. Bob,

      Você entende tão pouco de estilo que atribuiu isso "ao simples gosto".
      Pergunte a algum estilista pra te ajudar. Se estilo não exigisse conhecimento não existiria faculdade pra isso.

      Poderia ao menos ter a humildade de se informar ou pedir ajuda. Ou senão assuma que escreve sobre estilo aqui no blog por puro achômetro, no cheiro. Mas não tente bancar o especialista experiente em estilo também. Seja honesto e escreve que para seu gosto tal automóvel é agradável, mas não afirme que algo tem "desenho harmonioso" sem ao menos conhecer do assunto.

      Você já ouviu falar da ciência de Gestalt (que é a ciência que estuda como a estética funciona no cérebro)?? Se achar babaquice, saiba que foram eles, os ALEMÃES que criaram a profissão de design há 100 anos atrás, a disciplina de design, e estudaram a fundo a ciência da Gestalt.

      Eles a utilizam muito em tudo. Sabem da importância e fazem dinheiro por aí vendendo seus produtos muito por conta do estudo de estética.

      E para os ALEMÃES, design é design mesmo, não tem tradução. Designer é designer e não estilista.

      Gostar ou não é subjetivo, mas desenho coeso e bem feito ou não é ciência, disciplina exata-humana que se usa das artes pra se manifestar.

      Desculpe, mas não tem como não comentar esse ponto míope de sua escrita.

      Excluir
    4. E mais, aposto que muita gente aqui do blog gostaria de alguém comentando estilo/design.

      É um tema dos mais interessantes e que acompanha a história do automóvel até o "talo" e sempre foi importante.

      Igual engenharia - pode se gostar do errado, ou não? Design/estilo é assim também...

      Excluir
    5. Ledoni,


      Eu achei o carro muito bonito externamente e fim de papo.

      Apenas não gostei de algumas soluções como os instrumentos no centro do painel, o macaco embaixo do banco do motorista, entre outros.

      Mas na minha modesta opinião, o carro é bonito aos meus olhos e quando a Toyota mudar esses detalhes e também quando melhorar a potência do motor, certamente comprarei um.

      Excluir
    6. Bob,

      Mandou bem!

      Pra um país que comprou Milhões de Gol's Quadrados por anos, acho que temos muitos 'entendidos" em estilo...

      Fora que brasileiro sabe como deixar o carro bonitão: é só colocar son~zao, rodão, filmão nos vidros, pelicula fosca aqui e ali, aerofólio, spoilers, adesivo "nóis na fita" ou "barretezão", cortar as molas pra dar um grau no visu...

      Excluir
    7. Os entendidos do "design"... Nunca viu esse carro de perto e querem comentar baboseiras. Provavelmente, anda de Chevette velho.

      Excluir
    8. O Bob tem respostas toscas.

      Excluir
    9. A Motor3, a revista mais phoda que já passou por essas bandas, tinha especialista apenas para comentar o design dos carros, já que os testadores, engenheiros mecânicos, não se atreviam a encarar o tema.

      Excluir
    10. Realmente, uma análise de estilo no Autoentusiastas seria muito bem vinda. Entender o porquê das linhas, as inspirações e as falhas é sempre interessante. Abraços.

      Excluir
    11. Antônio Martins25/09/12 03:22

      Liga não Bob, comentarista de "design" e alisador de plástico é lá no NA.

      Excluir
    12. Pessoal aqui não entende, não só aqui, em qualquer outro lugar, que o que um jornalista ou especialista ou qualquer outra pessoa escreve, num blog, jornal, revista, televisão está expressando na essência sua opnião pessoal e que isso não é o veredicto de algo.
      Se o Bob achou o carro agradável, é pq aos olhos dele o carro é agradável.
      Eu particularmente acho esse carro feio, mal desenhado e agora pecando em alguns detalhes.
      Por isso há no mercado inumeros modelos, para escolha de cada um, sendo bonito ou feio.
      Mas antes de qualquer coisa, as pessoas que escrevem seus comentários aqui deveria ao menos zelar pela boa educação e respeito por alguém que fácil, tem mais tempo de automobilistica do que muita gente tem de idade aqui.

      Excluir
  6. Mais do mesmo.
    Não refresca nada, então porque gastar mais dinheiro. Não é bonito nem melhor em nada e tem as mesmas soluções meia-boca dos concorrentes.

    Passo.

    ResponderExcluir
  7. A cada dia que passa o Logan se torna mais lindo!
    De patinho feio a Cisne, graças ao bom senso da concorrência!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nao só o Logan como o Cobalt.
      Nunca pensei que falaria isso um dia , mas é a pura verdade!

      Excluir
  8. Esse é o próprio ToyotAgile... Ou será o MonsToyota?

    ResponderExcluir
  9. "interior do compartimento do motor e parte interna do capô é em primer, de aspecto muito ruim"

    O Ford KA não era (ou ainda é) assim?

    Renato

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Meu Focus GLX 2.0 2011 Prata tb é assim...
      Achei um absurdo...um carro de 60 mil reais, sem tinta na parte interna do motor e do caput...q doidera...até o Palio 1.0 q minha esposa teve tinha tinta e verniz nestas partes.
      Fiquei bem decepcionado com a Ford com relação ao acabamento de meu Focus.

      Excluir
    2. Amigos, realmente a Ford faz isso, de deixar o compartimento do motor em primer. A primeira vez que vi isso foi em um Fiesta Street 2001 que eu tive. Como o comprei usado, achava que ele fora batido. O cara que me vendeu ainda me levou em três concessionárias Ford para ver que os modelos 0km eram assim também.

      Meu Focus também é assim... acho lamentável. Não modifica a dinâmica do carro, claro, mas dá um aspecto de falta de cuidado...

      Excluir
  10. O basicão além do volante e do banco vem com antena de série!
    Os japas aprenderam com a VW a comprar os índios com espelhinhos!

    ResponderExcluir
  11. Faz sentir saudades do acabamento dos Starlet...

    ResponderExcluir
  12. Na boa se eles lançassem o IQ,o impacto seria muito melhor pra imagem deles,até o Logan ganhou um belo facelift na Europa,estão a pensar que brasileiro compra qualquer coisa...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Estão a pensar? Compra mesmo. E paga caro.

      Excluir
    2. Pensei que eles poderiam ter lançado o Yaris ao invés de ter desenvolvido essa tranqueira aí. Eles gastaram dinheiro para desenvolver esse Etios aí. O Yaris já estava pronto, era só vender.

      Excluir
    3. na certa querem tirar aqui os custos desse projeto ,nem na india esse carro vendeu,a GM fazendo escola?

      Excluir
    4. Os habitantes de Lisarb comem m&rd@ e arrotam caviar... pagando pela m&rd@ o preço do caviar beluga.

      Excluir
  13. Sinceramente, não gostei. Ainda menos, considerando-se estes preços. Tanto no hatch, mas principalmente na versão sedã, fico com coisas que já temos por aí.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tambem tenho essa impressao, Mr.Car.
      Mais um da turma do "Mais do Mesmo".

      Excluir
    2. Mr.Car
      Veja que interessante essa reportagem sobre o protótipo da Perua Polara!
      Eu nunca tinha lido nada a respeito.
      http://www.dodgev8.com.br/polarawagon.html

      Excluir
    3. Já conhecia, anônimo 24/09/12 13:10hs, desde o tempo em que foi noticiado na revista, em uma pequena nota. Gostaria é de saber quantos protótipos foram feitos, e se há algum sobrevivente por aí, he, he! Interessante notar que ela teria quatro portas (coisa que faz muito mais sentido que duas, em um veículo com forte vocação familiar), ao contrário da Caravan, da Belina, da Variant, e mais tarde da Marajó e da Panorama. Salvo esquecimento, essa configuração bem mais prática só veio com a Ipanema e a Elba.

      Excluir
    4. Rafael Ribeiro24/09/12 16:45

      Mr. Car, a pioneira perua 4 portas brasileira comercializada foi a Simca Jangada. Mais ou menos 20 anos depois, a Quantum foi a 2a.

      Excluir
    5. Rafael, não citei a Jangada por não ter sido contemporânea do Dodge 1800. Já das que foram ou que vieram depois, esqueci mesmo da Quantum.
      Abraço.

      Excluir
    6. Teve a perua Maverick, apesar de ter sido fabricada em concessionaria

      Excluir
    7. Boa lembrança, Aeroman. E teve a perua Passat também, mas nem vamos considerar estes carros fora-de-série como representativos na categoria, já que foram feitos pouquíssimos.

      Excluir
  14. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  15. Economizaram tinta até no compartimento do motor, mas o preço R$ 30.000,00 por um carro pelado.

    ResponderExcluir
  16. Notei essa dificuldade no punta-tacco quando conheci o carro no evento de lançamento. Como sempre, avaliação naquilo que o entusiasta quer saber. Que outra publicação teria essa informação? Espero que avalie o HB20.

    ResponderExcluir
  17. Prefiro um básico deste pelado, do que qualquer outro básico pelado com motor 1.0.

    E quanto ao estilo, não há coisa muito melhor no Brasil no segmento de entrada... salvo 1 ou 2 exceções, portanto, não sei do que reclamam...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O Gol é melhor em estilo.
      O Uno.

      Excluir
    2. Sim, dos básicos de entrada o Gol é um dos mais bonitos mesmo, só que é 1.0 e dependendo dos opcionais, seu preço deixa de ser de básico de entrada...

      Excluir
    3. Não só em estilo, em tudo.
      GOl G5 é muito superior em tudo.
      Novo Uno, melhor em tudo.
      Até o sapinho March, que é feio mas simpático, é melhor.
      Mesmo o Mille ganha desse lixo indiano.
      O único diferencial desse ai é ser um toyota, que muito tonto acha que é grife e atestado de qualidade.

      Excluir
  18. Bob, entendo que gosto é algo discutível, mas esse carrinho é horroroso....Não conteste, por favor.
    Me desculpem as feias(os), mas beleza e fundamental....mesmo num carro.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fusca95
      Quer carro mais feio que o Fusca? Entretanto despertou paixões no mundo inteiro. Francamente, não vejo onde está o horroroso do Etios, pelo contrário.

      Excluir
    2. Eu até entendo você Bob, mas também tenho que concordar, como a maioria dos leitores, que o Etios é realmente bem feio. O Fusca, assim como o Agile ou o Logan ainda podem ao menos despertar simpatia em algumas pessoas, principalmente o Fusca, mas o Etios eu não consigo ver assim.

      Excluir
    3. O Fusca nunca foi bonito , mas sempre teve carisma.
      Esse Toyota .. hum... tem muita coisa melhor por ai na mesma faixa de preco em minha opniao
      Deveriam ter deixado esse projeto restrito ao mercado da India.

      Excluir
    4. O carro não é feio, é só sem-graça. O Fusca tinha personalidade, o Etios, não. Entretanto, não sinto vontade de chamá-lo de horroroso etc. O mercado oferece modelos bem mais atraentes, com certeza.

      Excluir
    5. O fusca é um clássico!!! Tem até fã clube.... Não é possivel que milhares de amantes deste bizuzu sejam tão cegos.... hhhh.
      Considerem a sua criação numa época distinta, até mesmo muito distante, escassa de informações, recursos tecnológicos, estudos de imagem ou qualquer outro que considere a opinião de usuários.
      Propósito unico de transporte, agilidade e pouca manutenção.
      Se este etios ainda fosse barato, ficaria calado.
      O fusca é, mas o meu não está a venda!
      Abraço!

      Excluir
    6. Fusca95,
      Não vejo o Corolla como o mais belo do segmento, é líder. Beleza vende sim, se o carro tiver qualidade, mais ainda. Não vejo o Etios como feio, esperemos a reação do mercado.

      Excluir
    7. Não falem mal do Fusca que ficarei chateado... rs.

      Gosto à beça daquela coisa feia, barulhenta e desconfortável. Hoje consegui chegar ao Focus, mas meu primeiro carro, em 1990, recém habilitado, foi um Fusca 1981 :) E ele tinha uma folga tão grande na direção que eu dizia que nem era "folga", mas "férias" mesmo.

      Mas como eu surfava, tocava guitarra em um banda e viajava muito, troquei-o por uma Kombi Pick Up cabine dupla, 1981, azul, daquele modelo cuja caçamba tem as laterais em ferro que 'abaixam' para facilitar a carga... E ainda tinha um volante branco (mais antigo), ou seja, horrorosa!! Mas era o bicho. Toda Barra da Tijuca e Arpoador (Rio) a conheciam. Sempre com pranchas, barraca de camping etc.

      Usava para ir ao cursinho e depois à faculdade. Rodava o Rio com ela em busca de ondas, com amigos (por isso preferi cabine dupla); de noite, era um tal de botar amplificador, bateria e fazer som e graninha tocando em bares com a banda. E nos finais de semana, enche de prancha e toca para Saquarema e Arraial do Cabo pegar ondas... Nos feriados era pegar a Rio-Santos acampando em praia deserva e pegando onda o dia inteiro...

      Era feia, barulhenta, enferrujada (maresia) e no máximo pegava 90km/h (mais que isso era perigosa), e mesmo assim eu adorava aquele carro. Bons tempos...

      Mas vamos esquecer Fuscas e Kombis. De forma muito pessoal, não gostei deste Etios - pelo menos em fotos. Vou esperar para vê-lo ao vivo e dar uma opinião mais correta.

      Excluir
  19. Ao analisar apenas o que li no post, o carro parece ser bom, confortável e agradável de guiar, muito embora tenha algumas soluções estranhas que incomodam.

    Na minha modesta opinião, a Toyota terá que rever alguns conceitos sobre o carro, sob pena de se tornar um mico para quem o compra.

    Até poderei ter um desses algum dia, mas não antes da fábrica fazer algumas modificações que considero essenciais.

    Muito boa a avaliação.

    ResponderExcluir
  20. Só mesmo um economista japonês para saber aonde foi que colocaram o custo x benefício nesse carro. Ele não é particularmente bonito, não é barato e não se sobressai em nada.

    Cada vez mais eu vejo como a Citroën acertou em cheio ao oferecer aquele parabrisa Zenith. Conseguiu aquilo que lhe faltava que era se diferenciar do resto, todo mundo só fala nisso.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Meu amigo de uma perna só , Concordo contigo!
      Nada chama a atencao nesse Toyota. É como filhote de urubu quando nasce: Feio e pelado. Ainda por cima custa caro!
      Adorei os novos Citroen C3 e DS3, acho que sao otimas opcoes em seus segmentos
      Falou!
      Jorjao

      Excluir
  21. Com esse motor 1,5, a VW poderá usar como propaganda do Gol, dizendo que seu motor é muito melhor e mais potente que o da Toyota.

    E é verdade mesmo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mais potente realmente vai ser. Mas, melhor em que sentido, especificamente?

      Excluir
    2. Exato, Thales !

      Suspeito que esta potência e torque específicos baixos sejam em prol da durabilidade e baixo consumo de combustível.
      Seria ótimo se este carro não grilasse como tantos outros "fréquis" mais básicos, incluindo aí o VHT 1.0 da VW.

      Excluir
  22. Agora que eu me dei conta... cadê o câmbio automático?!
    Acho que isso vai prejudicar ainda mais a imagem do carro.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tá no corolla. Compacto de entrada não costuma ter câmbio automático. Mas seria mais uma opção.

      Excluir
    2. Thales, temos de lembrar que na faixa do Etios temos com transmissão automática Logan e Sandero, bem como 206,5 e HB20. Eles podem até usar uma transmissão que não é lá essas coisas e só tem quatro marchas (o Chevrolet Onix virá em breve com seis), mas têm a tal vantagem de uma transmissão legitimamente automática, que só seria superada por outra que fosse de duas embreagens ou CVT.
      Logo, surpreende que a mesma Toyota brasileira que conseguiu dotar o Etios sedã com um banco traseiro rebatível inexistente no indiano não tenha feito um esforcinho a mais para dotá-lo de transmissão automática e assim conseguir argumento de vendas.

      Excluir
  23. Acho que este carro não acrescentou em absolutamente nada ao mercado brasileiro. Carro feio, caro e com esquisitices que o mercado não deveria aceitar mais. Se vender bem é a prova de que o consumidor brasileiro é muito imaturo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E você, infelizmente, tem alguma dúvida que essa barbaridade ainda vai aconter??

      Excluir
  24. Aléssio Marinho24/09/12 12:58

    Enquanto a Toyota não produzir motores e transeixos no Brasil, mesmo com toda a fama de resistência deles, considero uma aposta arriscada, sob a luz da manutenção.
    Se pra carro nacional a reposição anda um problema, que dirá pra um carro de grande volume com "coração" importado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Toyota arriscado na manutenção? O Etios pode ser ruim, mas não exagera. Voce só compra GM 8v e Fiat Fire então? Ninguém reclama de peças pra Corolla

      Excluir
    2. Rafael Ribeiro24/09/12 16:37

      Taí uma coisa que não se pode negar, a manutenção do Corolla, com seu "coração" importado como você mesmo disse, é baratíssima. Não tem correia dentada, é robusto, consequentemente, é o caro que sai barato, ao contrário de muitos nacionais, que tem peças "baratinhas", mas descartáveis. Se o Etios seguir essa lógica, terá manutenção barata.

      Excluir
    3. A favor do Etios há o lance de os motores terem corrente em vez de correia dentada. Com isso, diminui-se exponencialmente a possibilidade de alguém ter de retificar um motor porque as válvulas perderam a sincronia. E também corta-se um argumento que alguém possa ter em relação a aplicações multivalvuladas. É bem possível que a maior parte dos Etios sequer tenha algo além da tampa do cabeçote aberta, o que é excelente.

      Excluir
    4. Também acho corrente melhor, mas quem faz manutenção e troca a correia na hora certa também dificilmente terá problemas, então não é uma vantagem tão imensa assim.

      Excluir
    5. Quem faz manutenção na hora certa infelizmente é minoria e troca de correia mesmo em motores simples e com preço baixo pra fazer isso é visto como desnecessário por muitas pessoas (que ainda acham melhor esperar estourar pra trocar). Na prática, pra maioria do mercado, acaba sendo uma vantagem imensa sim

      Excluir
  25. Bob
    Nao entendi a estrategia da Toyota.
    Por que opcoes de motores tao proximos em cilindrada, potencia e torque? Deveriam adotar só um tipo de motor.
    Achei os modelos caros pelo que oferecem.
    A meu ver ... mais uma multinacional tocando porcaria em cima dos brasileiros.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mas não era mesmo para você entender nada. Eles oferecem um produto. Se te agrada, compre.

      Excluir
    2. Puxa,
      Voce me ajudou bastante, agora consegui entender!
      Nao me agradou e nao comprarei. Simples...

      Excluir
    3. Não te agradar já é o suficiente. E se não tivesse comparado, mas mesmo assim gostado, também estaria correto. O importante é ter liberdade para escolher sem estes idiotas que querem discutir o carro nos mínimos detalhes e dizer se vale a pena comprar novo ou usado. Vale a pena comprar o que nos agrada. Só!

      Excluir
    4. Vc está no Autoentusiastas, aqui as pessoas gostam de discutir sobre os mínimos detalhes de cada carro, se não gosta não acesse.
      E quanto a liberdade, nunca recebi nenhuma notícia que algum leitor ou escritor do blog tenha colocado uma arma na cabeça de alguém e mandado comprar tal carro, compra o que quiser, ninguém é obrigado a seguir o que é dito aqui

      Excluir
  26. Os comentários ficam tão graça quando todo mundo tem a mesma impressão...

    ResponderExcluir
  27. como alguém já comentou, e muito bem comentado:
    O melhor Ethios é um Corolla usado em bom estado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E qual estado é bom? Rio de Janeiro, Santa Catarina, Pará?

      Excluir
    2. kkkkkkkkkk!!!!!!!!

      Excluir
  28. Não é só o cofre do motor. Nem as caixas de roda os picaretas pintam.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se o não pintar cofre do motor e caixas de roda der certo, teremos seguidores por aí.
      O Corolla não tem tratamento de pintura na sua estrutura de bancos e assentos, economizar onde não agrega ao cliente, também estranhei a falta de pintura no capô, mas vamos ver a reação do mercado.

      Excluir
    2. A honda não tem acabamento no porta-malas do civic...

      Excluir
  29. A Toyota, que dedica tanto esmero ao seus carros, poderia ter feito um pouco melhor ali....sim, parece ser uma opção razoável - o DNA é decente - e deve ser algo agradável de conduzir e cumpridor da sua proposta.

    Mas quando olhamos que no outro canto têm o HB20, com a nítida preocupação de agradar e não de parecer econômico, a tertúlia da Toyota parece não fazer mais tanto sentido.

    Mesmo a onerosa linha Gol - ainda mais com as últimas modificações - apresenta um pacote muito mais interessante, e a custo bem parecido.

    Não sei se a "mítica" da marca vai conseguir fazer muito não; realmente o produto não é ruim, mas é que nesse patamar, já existe coisa que parece mais interessante (futuro Onix, Gol, o provavelmente novo mirante HB20, o novo palio 1.600cm3...).

    Desejo boa sorte, mas um aditivo no motor (mesmo que nunca tenhámos que usar 20 cavalos extras) e mais comedimento na tabela dos tops de linha, poderiam dar uma vida melhor ao carro (não adianta agora pedir um novo painel).

    MFF

    ResponderExcluir
  30. Adendo: esqueci do C3, que ficou realmente bonito e desejável....

    MFF

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pra mim, o único deferencial que esse carro pode ter, é se ele chegar fazendo uma média tipo 17 km/l na cidade e 20 km/l na estrada (sei que isso é uma tremenda viagem). Ademais, o carro não acrescenta nada ao mercado, e achon que só o peso da camisa da Toyota não ganhará o jogo não. Como disseram ai em cima, acho que existem outras opções com preço similar e melhores benefícios.

      Excluir
  31. Para mim a única coisa boa desse lançamento é a criaçao de 1.500 postos de trabalho aqui no Brasil.
    Tambem acho que esse modelo nao acrescenta nada de novo em nosso mercado.
    Mas muito melhor te-lo produzido aqui, do que importar essas "tranqueiras" chinesas que vemos nas ruas.

    ResponderExcluir
  32. Pelo menos o motor é bacana:

    - alumínio
    - 16v
    - comandos acionados por corrente

    o resto né, hmmm...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O ruim é que em termos de potência ter esse comando e as 8 válvulas a mais que o "padrão", não tiveram resultado nenhum. Talvez priorize economia de combustível, ou apenas esteja abrindo um espaço para incrementos em potência do futuro, sem ter que mexer em muita coisa. Não sei, mas do jeito que está, melhor o motor de 1,4 litro da GM ou o 1,6 litro da VW.

      Excluir
    2. O 1.4 da GM nunca se deu bem com consumo e o 1.6 da VW é outra cilindrada

      Excluir
  33. Esse design de Logan derretido já mata de cara o gosto pelo carro. A Toyota tem de aprender que o povo aqui compra carro primeiro pelo design, depois pelo resto. A Hyundai é que fez certinho, nem lançou o i20, preferiu fazer o HB20 exclusivão pra vender aqui.

    No mais, 30k e nem barra estabilizadora não tem? Vou de Nissan March, sem dúvida nenhuma!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Já viu o i20 ao vivo???
      Eu já, e prefiro o HB20 disparado.

      Não perde em nada, exceto preço.

      Excluir
  34. Rafael Bruno Pinto24/09/12 14:07

    Não sei por que, mas estou com o pé atrás com o HB20.
    Se fosse trocar de carro agora, iria no Etios com certeza.
    Boa análise Bob!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Espere o Bob analisar o HB20.

      Se ele elogiar, você irá se desesperar?

      como tem trouxa puxa saco aqui...ahhahahahaha

      Excluir
    2. Para estes avaliadores que recebem carro para passear com a patroa todo carro é lindo e maravilhoso.

      Excluir
    3. Anônimo 24/09/12 15:03
      Olha o 3º pecado capital...que feio e deselegante, bem de brasileirão fã do Big Brother Brasil. Sua leitura é do AE é totalmente dispensável.

      Excluir
    4. Liga não Bob. Esses babacas acham que sabem mais que jornalista. E vêm comentar aqui sem ao menos ter dirigido um.

      Excluir
  35. Fui ao evento da Toyota em que o carro foi apresentado. Achei interessante o fato de, apesar de eu medir 1,82 m, e colocar o banco do motorista o mais afastado possível (posição em que eu o dirigiria) ao sentar no banco de trás eu não encostava os joelhos no banco. Realmente, o conforto de quem vai no banco de trás é notável (em relação a outros da mesma categoria, claro).

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. No Logan e no Versa também não se encosta. E olha que tenho 1,93m

      Excluir
    2. Melhor que o Versa e o Cobalt em espaço traseiro?

      Já testou esses dois?

      Excluir
    3. Sim, só que sentando no lugar do motorista o joelho encosta no queixo...

      Excluir
  36. Jorge Fernandes D.24/09/12 14:21

    Bob,

    Entre ele e o Celta, gastar um pouquinho a mais no Etios vale a pena, mesmo sem ar-condicionado?

    ResponderExcluir
  37. eita "desgraçêra"... que carro feio da moléstia...
    o dna pode até ser de ponta, mas que o danado do carrinho é horroroso, isso é sim...
    além disso, é caro pacas...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. um troço com painel analógico central, macaco debaixo do banco, sem ajuste de altura de cinto de segurança, não tem dna de ponta, só se for de ponta de estoque.

      Excluir
  38. Nessa faixa de preço o March dá uma surra nessa monstruosidade aí.

    ResponderExcluir
  39. Melhor que o Versa e o Cobalt em espaço traseiro?

    Já testou esses dois?

    ResponderExcluir
  40. Achei interessante, mas peca no preço e na configuração dos opcionais.

    ResponderExcluir
  41. Nem se compara ao Suzuki Fun.

    Suzuki Fun, o mito.

    ResponderExcluir
  42. Rafael Ribeiro24/09/12 15:09

    Não é o mais barato, não é o mais bonito, não é o mais veloz, não é o mais econômico... Não será o mais vendido, não será o mais desejado... Mas talvez seja o mais rentável. É, a Toyota chegou tarde, mas aprendeu a ter lucro fácil.

    ResponderExcluir
  43. "Pedais de freio e acelerador muito distante, punta-tacco impossível". Depende to tamanhinho do pézinho do motorista, né? Pega um cidadão com um Timberland tamanho 43, o punta-tacco sai facinho...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se está calçando timberland.... já está errado!

      Excluir
    2. Pedaleiras desfavoráveis a punta-tacco parecem ser costume em carros de marcas japonesas. Tenho um Civic de sétima geração e é a mesma desgraça. No evento de apresentação do Etios ao público geral em shoppings estava aberto ao público um GT-86 e realmente era de ficar chateado o fato de aquele carro ter uma pedaleira adequada para tal prática enquanto o Etios poderia perfeitamente ter o mesmo, uma vez que um projeto de pedaleira adequado não custa mais dinheiro que o de uma malfeita.

      Excluir
    3. Eu citei o Timberland por ser um calçado largo... pode ser também aqueles Nike Sox, que pessoalmente odeio mas tem muita gente que acha o máximo. Não dá para dirigir o tempo todo com sapatilhas de pilotagem, até por serem muito desconfortáveis em qualquer lugar que o piso não seja absolutamente liso. Como um carro de uso diário, pensa-se em pedaleiras para sapatos ou tênis de uso diário. Os primeiros Escort tinham pedais bem juntos, ótimos para punta-tacco... e um carro em que com pelo menos metade dos meus calçados (calço 42) eu involuntariamente apertava dois pedais ao mesmo tempo. Não é todo mundo que tem pés de Marcelinho Carioca...

      Excluir
    4. Onde tem GT86 em exposição?

      Excluir
    5. O GT-86 estava em exposição quando da apresentação do Etios,em Shoppings de várias capitais.Eu fui ao do Shopping Morumbi em São Paulo,e o vermelho em que entrei,era de babar.
      Edison Guerra

      Excluir
    6. Obrigado pela dica. Deve ser mesmo incrível, vale a pena uma visita num shopping só pra ver ao vivo um desses. Será que vai vender aqui?

      Excluir
  44. Concordo com o Bob, feio ou bonito é questão de gosto (eu particularmente achei muito feio). A palavra correta no meu ver é ANTIQUADO. O desenho desse carro parece ter uns 15 anos de defasagem. Acho uma pena a Toyota enxergar o mercado brasileiro dessa maneira. Mas pode ser que o brasileiro não mereça melhor mesmo, o mercado nos dirá...

    ResponderExcluir
  45. O carro é tão bonito quanto o Logan e Agile.
    feio é o New Fiesta, Sonata,HB20 e Aston Martin.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mas a MONsTrANA é mais bonita!

      Excluir
  46. Eu acredito que o carro tem muitos pontos positivos, mas pra mim o painel e o desing já mataram o carro. HB20 por enquanto é a escolha mais acertada da categoria.

    ResponderExcluir
  47. Respeito o gosto do Bob, mas acho que a maioria está com a razão o carro é feio demais.
    Vamos esperar os novos Onix e nova linha KA.

    ResponderExcluir
  48. Carrinho interessante! Frente de Logan, traseira de Picanto, perfil de Gol Geração V. Mas o painel é inovador. A qualidade Toyota, não se discute.
    Se o preço for competitivo, será um mata-Onix.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não seria precipitado dizer que o Etios é um mata-Onix?

      Bom, fora as questões de aparência, se lembramos de como era o mercado em 2002, no mínimo podemos comemorar maior competitividade. Se o consumidor souber lidar com isso, podemos ter melhores automóveis com preços mais baixos em mais dez anos.

      Excluir
    2. Mas Hagi, para muitos a qualidade Toyota fala mais alto, e muito alto. A mim parecia que a Chevrolet poderia se reerguer com modelos como o Cruze, o Sonic e o Onix, mas a priori me enganei. Aquela marca coreana, pelo menos aqui na região, está roubando uma fatia muito grande do mercado. Na concessionária da cidade onde moro ainda tem Agile 2010/2011 zero quilômetro à venda.

      Excluir
    3. Qualidade, bom, toyota é marca de carros comuns, mesmo que bem feitos. Na hora que colocam um monstrengo desses, poxa, difama a marca. Perde seu valor.

      Excluir
    4. Esse Etios é um mata-de-desgosto tremendo.

      Excluir
  49. Constatações:
    1- É feio. Por dentro, por fora, de cima, de baixo. Parece um Logan derretido. Há "inovações estilísticas" de utilidade duvidosa, pouco efeito aerodinâmico e que encarecem a produção.
    2- Comandos e mostradores mal posicionados. Painel no meio do carro é coisa de designer que nunca dirigiu na vida. No passado, quando o cabo do velocímetro saía do câmbio ou da roda, pelo menos significava simplificar a construção, mas hoje, com mostradores eletrônicos, não há sentido nisso. Mesma questão do acelerador, que parece saído do carro da Barbie, faz uma curva estranha e não esconde os sinais de desgaste nem para a foto de promoção do lançamento. Se é só um sensor eletrônico, por que não pivotá-lo diretamente do assoalho?
    3- Bom motor, boa suspensão, bom comportamento: Não esperaria menos de um Toyota, assim como era de se esperar um preço relativamente alto

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. braulioestafora,
      O painel central presume-se ser para atender com um mesmo molde, países com direção do lado direito também (LHD e RHD).

      MAS

      Excluir
    2. É, mas há um difusor de ar a mais para o carona, lugar que nem sempre é ocupado. Demonstra que mesmo com os instrumentos em posição central, a mão inglesa é privilegiada de alguma forma.

      Excluir
    3. MAS.
      Na verdade nem é bem isso, olhe as fotos do painel com direção à esquerda e à direita e repare no "espelhamento" do quadro de instrumentos, verá que o velocímetro se mantém para o lado onde estiver o volante.
      Realmente esse tipo de painel não é dos mais agradáveis, já tive Twingo, era inovador e futurista, mas funcionalmente era uma porcaria. Menos mal no Etios que tem os instrumentos analógicos.
      Olhando fotos externas maiores do Etios, com mais atenção, notei muita semelhança com o March. Mas a traseira do sedan consegue ser muito mais feia que a do antigo Clio.

      Excluir
    4. CSS, discordo, pior ainda instrumentos analógicos. É tal efeito paralaxe. O cara vai ver a velocidade errada por olhar por ângulo totalmente inadequado. Seria bem melhor painel com instrumentos na forma de mostrador digital.

      Excluir
    5. Marco Aurélio Strassen, não têm nada a ver. Se você comparar o Etios indiano com o Etios brasileiro, verá que as posições do painel de instrumentos, do bocal do ar, de todos os comandos, mudam-se as posições. Essa de usar "um único painel" pra redução de custos é pura balela que muitos jornalistas andam afirmando por aí. O "Best Cars" também andava dizendo isso, mas depois reconheceu que nada têm a ver em afirmar isso depois de compararem os painéis. Coloque os dois painéis lado a lado e verá isso.

      Excluir
    6. Fiz isso aqui e realmente, é "espelhado" realmente. O molde é diferente.

      http://www.motorward.com/2010/01/toyota-etios-concept-revealed-in-india/

      Excluir
  50. Dizem que o custo pra fabricar um carro feio e um bonito, é praticamente o mesmo. Então mesmo o carro sendo bom bem que poderiam fazer algo que agradasse mais aos olhos...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O custo de fabricar essa tosqueira do Etios é de 7.500 reais, como o motor é importado, então baixa pra 5.000 reais. O Brasil agora sim tem carro popular.

      Excluir
  51. Quero ver o que o pessoal que mete o pau nos motores da GM vai falar desses da toyota agora...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Opa, pode contar com meu apoio. Juntando-se aos já famosos monstrana, frágile (também conhecido como horríbile), cocobalt, spinafrado, todos desastres estilísticos gm, temos o etiota, pois parece que a Toyota também quer um lugar ao sol!

      Excluir
    2. O motor pelo menos já é visto que é bom e economico, além de atual, já os da GM

      Excluir
    3. Hahaha tem gente dizendo que o motor é bom e econômico pq consta no release da Toyota... Acordem!

      Excluir
    4. O Bob atestou que o motor é bom, de qualquer forma é difícil que gaste como os motores da GM nessa faixa de preço

      Excluir
  52. Corsário Viajante24/09/12 18:12

    Por fora, é nitidamente feito com desleixo.
    Por dentro, é explicitamente um corte de custos descarado, é tosco, é mal-acabado, é mal encaixado, não tem ergonomia, enfim, é um erro total.
    É um carro maravilhoso, mas só para quem está vindo de um Tata Nano...
    Não consigo ver NENHUM motivo par alguém comprar esta bomba exceto o fetiche por um "T" na grade (derretida) da frente.
    De resto, parece que pegaram o maior defeito de cada concorrente e juntaram neste símbolo de tudo que existe de mais horrível no nosso mercado, seja em questão de produto, seja em questão de decisões das fabricantes de empurrar lixo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Prefiro o equilíbrio e a simplicidade do Tata a esse mondrongo sem personalidade.

      Excluir
  53. Algumas observações:
    1 - Eh um carro urbano certo?
    Agilidade eh uma característica importante, bem como economia.
    Agora esportividade nao, esta nunca vai estar na lista de prioridades de um carro como este.
    2 - Aqui sera que estamos diante de um carro cujo projeto foi guiado pela função ou pela forma.
    Pela forma, e seguindo padrões estéticos de outra cultura, nao se encaixa na nossa, por isto muitos o vão achar estranho.
    O nosso padrão de estética parece ser o europeu, nao eh o Asiático com certeza Nossos carros mais agradáveis foram feitos feitos do fim da década de 80 ate finais da década de 90.
    Foi o período no qual nossa o industria mais se aproximou do que existia na Europa.
    Bom, coloquei tudo isto para dizer que:
    Ta doido! Punta-Taco em carro urbano, sera que alguém quer usar esportivamente um carrinho destes?
    Se bem que para um grupo aqui o Corola tem desempenho de emocionar e Uno Mile eh excelente carro para trackday.
    Quanto a aparência, ele eh feio e acho que merecemos projeto feito para gosto ocidental, ja que oriental nos nao somos.
    Aceitamos a aparência do Fiat 500, Smart e Míni sem muita discussão, pois são ocidentais, questão cultural.
    Acosta


    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É isso aí, Acosta!

      Excluir
    2. O punta-taco é ótimo para saída em ladeira. Não necessariamente seu uso tem que ser esportivo.

      Excluir
  54. O carro é horroroso e de interior dantesco e espartano.Não há sequer regulagem de altura do cinto. A Toyota acha que temos o mesmo gosto que os Indianos. Não que sejamos evoluídos neste quesito, mas o nosso mercado é um pouco mais maduro. vai ser um fracasso. Assim espero, para que a Toyota nos respeite um pouco mais.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com o lançamento do Etios, a Toyota xingou o brasileiro de índio.

      Excluir
  55. Deve ser um bom produto, pena q é feio...
    Eu sei q a beleza está nos olhos de quem vê, e que acabamos nos acostumando com as linhas do carro com o tempo, mas a Toyota poderia ter se dedicado um pouco mais com o design do carro.
    E este painel pobre e no meio do carro, tb não dá...
    Enfim, é o q a Toyota acha q nós, do Brasil, merecemos...sem querer diminuir os Indianos, mas acho q eu mereço coisa melhor...se tivesse que investir meu suado $$$, queria algo mais bonito e confortavel, q me fizesse bem a alma, e aos olhos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nem é questão de diminuir os indianos, mas o nosso mercado automobilístico é muito mais desenvolvido que o deles. Se aqui tem muita gente que desdenha de Celta, lá tem o Nano (muito pior, do ponto de vista da automobilística). Eu acho que a Toyota deveria ter feito um modelo próprio para o nosso mercado, como fez a Hyundai. Os números de vendas nos próximos anos hão de confirmar isso. Ou não.

      Excluir
    2. Não vejo o Nano sendo pior que o Celta, o Nano é mais espaçoso, tem soluções mecânicas bem mais avançadas e até mesmo foi bem em alguns crash tests mais exigentes (coisa que o Corsa B já não fazia, quanto mais o Celta). Talvez a única coisa que fique devendo mesmo seja em desempenho

      Nosso mercado tem muito mais tempo que o da India, mas não me surpreenderia se em pouco tempo fosse bem menos desenvolvido que o de lá. É comum mercados pequenos e bem mais pobres que o nosso terem acesso a carros bem melhores e com preço mais baixo

      Excluir
  56. Eu também não gosto do painel de instrumentos no centro. Aliás, acho que foi o BS que escreveu uma vez, em sua coluna na QR, que os comandos e instrumentos dos veículos precisavam ser padronizados por todas as marcas.

    Com certeza evitaria distrações desnecessárias ao pegar um veículo novo e evitaria muitos acidentes.

    Asterix

    ResponderExcluir
  57. Diogo R Santos24/09/12 19:09

    O Toyota Etios sem sombra de dúvida tem um dos piores interiores de todos os tempos. Não apenas pela qualidade dos materiais, mas principalmente pelo desenho do painel.

    Nada pode ser mais medonho que este painel, que fora a feiúra ainda consegue ser pouco funcional.

    Que me desculpem, mas acho que este painel tem que ser muito bem revisado durante uma provavel reeestilização de meia-vida. É completamente inaceitável!

    ResponderExcluir
  58. Daniel BBB24/09/12 19:18

    Bob,
    Qual o problema o pessoal discordar de você?

    Suas respostas têm sido muitas no nível dos piores anônimos por aqui.

    Volta AK!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Falou e disse.. o Bob é igual a ditador de terceiro mundo, não pode ser contrariado.

      Esse deve ser um dos carros mais feios do mundo! A traseira chega a ser aceitável, mas essa frente .. sem chance. Não tem nada de harmonioso nisso
      Não sou fã da Hyundai, mas comparando foto com foto, o HB20 dá de 10 a zero nesse Toyota meia boca.

      Excluir
    2. Ditadura é querer alguém afirmar que "odeio o Etios porque é feio". ninguém é obrigado a adorar o HB20 e odiar o Etios. Muito contraditório o seu ponto de vista. O Etios têm suas armas, mas ninguém vê isso. Só querem comentar do marketing da Hyundai e de seu painel de instrumentos e design lindo.

      Excluir
    3. Não existe carro ruim e nem feio. Você que não foi pego na operação Lei Seca.

      Excluir
    4. Daniel BBB
      O problema? Não admito ofensa. Precisa outro motivo?

      Excluir
  59. Bob,

    Será se não ficava melhor com um diferencial ligeiramente mais curto? algo como 4,400 em vez de 3,944. Melhoraria arrancada e velocidade final.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que isso meu filho! ou melhora uma coisa ou outra.

      Excluir
    2. Não entendi, o que você quer dizer com "outra"? estou falando sobre relação de diferencial.

      Excluir
    3. Douglas
      Acho que não, os câmbios estão certos. Não achou?

      Excluir
  60. O problema dele nem é ser feito ou bonito. Isso a gente pode debater sobre Cobalt e Versa. O caso do Etios é diferente, é o visual extremamente datado. Consegue ser ainda mais antiquado que o Logan antigo, sem facelift.
    Juntando as soluções paupérrimas adotadas, nós teríamos um bom concorrente pra Mille, Celta e Gol G4.
    Colocar esse carro pra concorrer com o novo Gol, Palio, HB20, Sandero, Onix, etc, é forçar a barra.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho o Logan legal!

      Excluir
  61. Pode ser bom, mas é pobre, feio e mal acabado... acredito que vai ter seu espaço no mercado, apoiando - se na boa fama criada pelo Corolla, mas não vai ameaçar os líderes....

    O HB20 me parece algo como anos atrás, o lançamento do Peugeot 206, era muito bonito para a época.... vai vender bem para pessoas físicas, jovens descolados, etc..... mas não vai virar carro de frota como Uno, Palio, Gol

    ResponderExcluir
  62. é bizarro, grotesco, uma aberração.
    Querer elogiar o "design" desse carro é forçar a amizade.
    Eu não compro cerveja Cristal pelo preço de Original. Se é pra passar mal, gaste pouco: compre um chinês qualquer e sobra dinheiro.

    ResponderExcluir
  63. O mercado de compactos está aquecido, ótimo, pois em breve trocarei de carro e será desta categoria que vou comprar, porém estes últimos lançamentos não me convenceram:
    Etios: Esses defeitos apontados pelo Bob já são suficientes para mim descartar o carro da minha lista.
    HB20: Ótimo carro, porém acho que ninguém aqui do blog se deu conta de um detalhe: esse carro vai precisar de concessionárias proprias diferentes das que existem da CAOA por questões de contrato que eu não entendo, é um tal de uma com porta azul e outra com portas cinzas, que confusão!!! Imagina eu estar viajando e precisar de algum serviço, avistar uma concessionária Hyundai, chegar na porta de cor errada e ser informado: meu Sr. aqui é portão azul não podemos atender o Sr., procure uma de porta cinza!!! tenha santa paciência...
    HONDA FIT: Sem defeitos, mecanica perfeita mas a grife HONDA cobra muito caro por um carro que poderia ter mais alguns mimos.
    GM Sonic: Preço abusurdo, e aquele painel de moto não rola.
    Palio Sporting: A concessionária FIAT me pediu 4 meses de prazo de entrega para um Sporting top de linha com teto solar, descartado da minha lista por isso.
    Vou de VW FOX PRIME mesmo, ótimo carro, ótima mecânica, painel perfeito, assistencia VW em todo brasil, valor de revenda excelente: Resumindo: vários lançamentos mas o melhor ainda é ficar com as marcas tradicionais.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Jeison
      Escolha acertada a sua.
      E por essas e outras que os VW continuam vendendo tão bem!

      Excluir
    2. Tava falando em Fit, Palio Sporting e depois foi pra um Fox, porque não um Polo?

      Excluir
    3. Perfeito Anônimo 24/09/12 22:42
      Sem comentários....

      Excluir
    4. Anonimo 24/09/12 22:42, bem lembrado o Polo, ótimo carro também, não está na minha lista pelos seguintes motivos:
      1) Montando um Sportline do jeito que tem que ser com teto solar a alguns mimos, passa dos R$ 50.000,00, sendo que o Fox com os mesmos acessórios fica em R$ 45.000,00;
      2) O Polo está esquecido pelo mercado, logo sua desvalorização é grande comparada ao Fox; sim devemos pensar em desvalorização, concordo que carro é bem de consumo, mas não gosto muito de jogar R$ 20.000,00 pela janela em 3 anos...
      3) Tenho um Fit, depois que você se acostuma com o espaço interno dele é difícil se acomodar num Polo, que já andou de Fit sabe do que estou falando, o Fox é o que mais se aproxima do Fit em espaço interno, considerando as dimensões externas, pois para mim carro tem que ser pequeno por fora mas com bom aproveitamento de espaço interno.
      Explicado?

      Excluir
    5. É isso aí, quem compra carro para o segundo dono é shperto e prefere levar o Fox, um lixo, à um Polo, projeto europeu.
      Se está em dúvida, veja quanto vende o Polo na Europa e compare com quanto vende o Fox.
      Mas o FOx tem mais espaço mesmo, só que para cima, ou seja, é ótimo para andar de cartola.

      Excluir
    6. Sou o anonimo 22:42, acho que exigir que seja o Sportline com teto que está deixando a decisão pro Fox. O Polo já na versão básica vem bem equipado e o que fica faltando dá para colocar como opcional, não tem necessidade de ir para a Sportline. Só se vc realmente quiser o teto e os itens extras, mas vale a pena pensar se o Polo não compensa isso sendo melhor em curvas e na construção

      O espaço realmente fica devendo para o Fit e o Fox, mas se vc já tem um Fit o Polo pode ter espaço suficiente, já a desvalorização deve ser maior que a do Fox mas ainda assim pequena. Não vejo Polo sendo vendido barato semi novo ou antigo

      Excluir
  64. Esse macaco debaixo do banco não é pegadinha não ?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bosley de La Noy24/09/12 21:36

      Se é pegadinha eu não sei Juvenal. Só sei que nunca vi uma solução tão estapafúrdia como essa em toda minha vida. Imagina essa barra de ferro embaixo do banco em caso de colisão??? É capaz de cortar os pés de quem está no banco de trás. Pelo amor de Deus...

      Sem contar outras economias porcas. Economia de tinta, economia de tamanho do mostrador de combustível, economia de regulagem de altura dos cintos. Um carro feito para ser ordinário e barato, mas que aqui é capaz de se tornar símbolo de status da nossa nova classe média.

      Excluir
    2. Mais burro que o Quico25/09/12 12:19

      E eu, burro que sou, achando que se tratava de equipamento com dupla função: macaco e regulador de altura do banco.

      Excluir
  65. Este carro é a prova final e um tapa na cara dos Brasileiros de como as empresas estrangeiras nos roubam e nos enganam sempre. É um cumulo do absurdo uma marca como a Toyota de dispor e ter o cinismo de "lançar" um carro tão medíocre por estas bandas. Pior de tudo e ler os comentários de todos vocês, pela internet e revista com uma parcela muito grande de desaprovação, assim como o HB20, novo palio e uno, novo gol e por ae vai, e continuam comprando e sentados em suas cadeiras sem fazer ABSOLUTAMENTE NADA sobre isso e várias outras coisas erradas neste país.

    Para mim a grande Toyota acabou de pintar a cara de palhaço que o brasileiro é !

    Vergonha de ser brasileiro !

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Um pouco de paciencia amiguinho, se fosse só com carro e empresa estrangeira o roubo a coisa estaria melhor. O roubo é até com o preço do feijão plantado aqui por pequenos produtores, o blog está aqui pra avaliar o carro. O que vamos fazer? Ninguém disse que deve comprar o carro, temos que além disso não avaliar nada e sair tocando fogo nas coisas?

      Excluir
    2. Sou o Anônimo das 24/09/12 22:19, sei disso e como eu teclei no final "varias outras coisas erradas neste pais". Me sinto roubado e humilhado, vejo uma pancada de coisa errada, o Brasileiro vê e sabe que está errado, conversa sobre o fato mas como de costume não faz nada. Sei lá mas hoje temos os carros cada vez piores e cada vez mais caros, sem nada, sem apelo e alma alguma, ruins e gastador... mas como fica eu e mais alguns nesta historia ? Gosto de carro bom e com custo beneficio real, com tecnologia e segurança de verdade, economia e solidez como tinhamos por exemplo com o o Audis A3 ou o Golf Gti, Classe A, Civic Si e lá vai que quando nos seus lançamentos eram carro que haviam sido lançados a pouquissimo tempo nos seus países de origem, não custavam tanto quanto seus valores no exterior e viam com tudo que tinha direito de verdade.

      E como eu fico ? Pois vejo que um carro como esse ae, que era para ser um divisor de aguas para nós, um salvador da pátria de entrada dos carros "nacionais", um legitimo Toyota e vejam o que fazem conosco ! E o pior é custando este valores absurdos !!

      Sei lá isso me deixa louco, pois amo muito carro, mas já estou cansado dessa merda que nós nadamos e só afundamos cada vez mais.

      Excluir
    3. Tudo isso é verdade, mas infelizmente não tem nada que nós podemos fazer por enquanto. A maioria aqui apesar de autoentusiasta compra pouco carro novo e muitos compram só usado, além de avaliarmos os carros com mais cuidado. Nossa parte já está feita, mas sem o resto da população e sem um governo que obrigue que certos abusos não sejam feitos carros como os que vc disse por preço mais baixo ainda levarão um certo tempo para serem realidade, mas estamos melhorando

      Excluir
    4. Caro colega, não se rebaixe a manada, não nade junto neste mar d emerda brasileiro, pare e pense ! Pra que ficar em um país com este se nada te retorna, nada faz de bom para voce de fato, um país que é perfeito pela própria natureza, mas o que estraga é seu povo medíocre e trouxa eternamente ? Saia dai e vá para um lugar sério, para um país que ter respeita e seja muito mais justo com voce e sua familia. Moro no exterior a 25 anos e só volto ae de vez em quando, para só me espanta cada vez mais com o declínio e me aborrecer, mas tenho irmãos, sobrinhos infelizmente morando ainda ai...Pensem bem, que até no Paraguai que é logo ali, tá bem melhor que o "gigante adormecido".

      Excluir
    5. As vezes se pensa nisso, mas não é fácil. O 1º mundo está com muitos problemas e os poucos países que estão bons nem sempre estão com as portas abertas, muitos autoentusiastas tem falado do Uruguai e não duvido que estejam muito na frente mesmo sem todo esse oba oba que estamos vivendo no Brasil. Mas um dia a coisa tem que melhorar por aqui

      Excluir
    6. Corsário Viajante25/09/12 09:12

      Eu faço sim, eu não compro este tipo de produto. É a melhor, mais barata e mais cômoda coisa a se fazer, e é a única que realmente muda o mercado.

      Excluir
  66. Prefiro o novo Gol e seu motor Apezera! Yeah!

    ResponderExcluir
  67. Ta ai o carro que vai desbancar o Classic e acima. Carro de de conservador e avarento, na minha opinião. No mais, gostei da avaliação do AE. Como disseram acima, o design tipo Logan derretido não cai no gosto da maioria. Ao menos dá uma mudada no mercado.

    As "mina pira" num etios verde com rodão e sonzão.

    ResponderExcluir
  68. Tem um conjunto mecânico interessante.
    No mesmo nível de feiura, talvez um pouquinho menos: ford ka, fiesta, motana, trágile, uno (todos), celta, gol g4, 207

    ResponderExcluir
  69. Ansioso? Nemfu... Com essa economia de migalhas, então que dêem aos indianos.

    ResponderExcluir
  70. Minhas críticas ao modelo

    -Lugar do painel de instrumentos é na FRENTE do motorista, ele é quem precisa ler as informações!Conta-giros em todas versões ok?
    -O lugar do macaco pode ser em qualquer lugar FORA do habitáculo.
    -Pedais, porque tão longes uns dos outros?
    -Aquele botão redondo no canto do painel é o afogador?
    -Falta de barra anti-rolagem na versão básica, ou tem em todos ou não tem em nenhum, o carro é o mesmo.
    -Limpador, desembaçador traseiro, farol de neblina: Deveria ser OBRIGATÓRIO por lei.
    -Motor com tucho mecânico?! Ou não entendi a descrição?
    -Aplausos pela Toyota ter informado o consumo, VAIAS pelo consumo elevado.
    -Duplo comando? Com essa potência?
    -Ao contrário da maioria, não achei ruim a pintura do cofre do motor, o problema é economizarem em tinta e um monte de coisa e... na maior cara de pau a Toyota vender a partir de 30 mil reais uma coisa feia que NÃO VALE 20MIL!

    ResponderExcluir
  71. Um pouco off-topic, mas o que aconteceu com o artigo do Carlos comparando as visões de mercado da Toyota com o Etios e da Hyundai com o HB20? Li pelo Google Reader, e tentei achar aqui para comentar, mas ele "sumiu"!

    ResponderExcluir

O Ae mudou de casa! Todos os posts do blog foram migrados para o site. Por favor busque por este post no site e deixe o seu comentário lá.
Um abraço!
www.autoentusiastas.com.br

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...