6 de maio de 2012

DEZ MELHORES CARROS NOVOS QUE POSSO COMPRAR EM 2012



Em janeiro de 2010 publiquei um post que viria ser o meu de maior sucesso aqui no blog, os 10 melhores carros novos que posso comprar. Nunca imaginei que algo daquele tipo chegasse a tanto, nem entendo o por quê, simplesmente porque foi um dos mais fáceis de escrever.

Apenas escrevi aquilo para me ajudar a escolher o meu próximo carro, que acabou sendo o número 2 daquela lista. Sim, comprei um dos últimos Focus MkI zero-km do Brasil, já em meados de 2010, história que também contei aqui. Escrevi aquilo para colocar coisas que andavam em minha cabeça no papel, e assim organizar as idéias. Acho que é chegada a hora de fazer isso de novo. Dar uma reciclada e atualizada naquela lista, já há mais de dois anos no passado.

O nome permanece igual, mas as condições de contorno mudaram um pouco. Desde então, mudei de casa para morar próximo do trabalho (coisa imprescindível para os que moram na cidade de São Paulo e pretendem manter a sanidade a longo prazo), e vendi o Focus 2009. Ainda tenho o 2005, que aos 105 mil km ainda está totalmente perfeito, e para falar a verdade nem pensaria em trocá-lo se não fosse a minha esposa, que gosta de um carro novinho na garagem. Como agora não preciso realmente de dois carros na garagem (vou a pé para o trabalho), as opções aumentam e ficam menos comparáveis diretamente.

Explico: posso comprar um carro um pouco mais caro e ficar só com ele. Mas posso também manter a faixa de preço daquele meu post anterior, e ter dois carros. Poderia aí manter meu amado Focus... Ou vendê-lo e acabar com cinco anos de abstinência, colocando algum Opala de novo na garagem. Ou um Chevette. Ou um BMW série 3 dos anos 90. Ou ainda eu posso matar aquela velha vontade de ter um Fusca. Mas estou divagando, e acho que vocês já entenderam o esquema.

A lista, portanto, é mais eclética que a anterior, mas acho que mostra como esse negócio de comparar carros de um mesmo tamanho ou preço é uma coisa sem muito nexo. O comprador tem razões e opções que só ele mesmo entende. No meu caso aqui, o carro continua sendo a condução primária da família, que aumentou com a mudança de minha mãe para muito perto da minha casa depois do falecimento do meu pai. Um pouco mais de espaço seria bom, e isso aparece na lista. Por este motivo, todos os hatches pequenos da lista passada tiveram que sair desta.

Minha esposa queria câmbio automático também, mas eu não, então esta é uma questão também confusa que aparece na lista. Mais uma confusão clássica que os fabricantes às vezes esquecem: tem que manter as duas opções, e manumático não é a mesma coisa. Para mim, tem 2 pedais é automático, 3, é manual.

A ausência mais clara aqui é a do Focus MkII, ainda à venda por aqui. Mas na verdade eu nunca gostei dele, simplesmente porque o MkI era mais legal e coisa de dez mil reais mais barato. Comprei meu Focus 2005 por 37 mil reais, depois comprei o 2009 por 37 mil reais, então porque compraria um 2012 por mais de 50? Sem chance, a Ford me abandonou, eu abandonei ela. Acho que só por isso mantive aquele Fiesta mexicano de olhos puxados demais de fora da lista também. Fora que minha experiência com a marca deteriorou muito do Focus 2005 para o 2009.

Vocês notarão também que não havia Chevrolet nem Nissan na lista anterior, e aqui têm presença marcante. E que Fiat, Ford e Peugeot, que apareciam na lista anterior, estão ausentes nessa. O mundo dá voltas...

À lista então, na ordem que aparecem na minha cabeça:

11)     Chevrolet Cobalt


O Cobalt, projetado e desenhado aqui no Brasil, é a Chevrolet finalmente voltando a fazer carros que dá vontade de comprar. Não é um carro bonito, (apesar de ser melhor do que o concorrente Nissan Versa nisto), mas é extremamente eficiente como veículo.

Primeiro, é enorme por dentro. Maior que Toyota Corolla, maior que meu Focus MkI, muito maior que seu irmão de estábulo Cruze. Tanto o interior quanto o porta-malas são gigantescos para a categoria. Mesmo assim, é um carro leve, não passando muito de uma tonelada. Seu coeficiente de penetração aerodinâmica é ótimo também, apenas 0,32. Sendo assim, o motor de 1,4 litro e 102 cv dá um bom desempenho ao carro, e um consumo contido. Claro, não é um foguete, mas se considerar o tamanho do carro e o consumo, o desempenho surpreende. Há uma considerável reserva de velocidade na estrada, mas infelizmente, além do limitador de rotação, há também um limitador de velocidade máxima a 180 km/h, que é algo em torno de 1.000 rpm do limite de rotação em quinta marcha, e que é perfeitamente alcançável.

O carro é muito bom de suspensão. Longe das rodas gigantes com pneus de perfil finíssimo que infestam os carros modernos, o Cobalt tem um comportamento neutro e benigno, e não é perturbado por piso ruim quando se anda rápido, como é o caso do Cruze.


O interior é agradável, e a posição de dirigir, apesar de um pouco alta para mim (1,92 m de altura), é confortável e espaçosa. E o silêncio dentro dele a qualquer velocidade e rotação do motor é algo realmente impressionante. E além disso é um carro barato para o que oferece, custando algo entre 40 e 46 mil reais, aproximadamente.


Se comprássemos carros logicamente, só compraríamos Cobalts, mas o homem não é um bicho lógico. Mas digo uma coisa, com os bancos, motor e câmbio do Cruze, eu esquecia fácil aquela grade ridícula... Ou se houvesse uma versão perua.

22)     Nissan Versa

Não andei ainda de Versa, então tenho que confiar nas impressões do Bob (veja aqui). Como o Cobalt, um carro excelente, mas de desenho um pouco estranho. O espaço interno é fenomenal, e o motor é mais alegre e potente que o 1,4 litros do Cobalt. Um páreo duro entre os dois.


33)      Chevrolet Cruze

A primeira coisa que marca no Cruze é a posição de dirigir. Nele, sento baixo, perto do chão. O banco tem laterais que me abraçam perfeitamente. Tudo fica suportado, nada sobra ou falta naquele banco. E se você não pedir o revestimento de pele de vaca, sentirá que as espumas tem a dureza perfeita. O volante, regulável em ângulo e profundidade, fica perto de você, quase uma posição de stock car americano. Uma delícia.


A segunda coisa que se nota é como se move gostoso. O motor é liso e solto. Faz um ronco gostoso quando sobe de giro. Acelerador, embreagem e freio tem um peso perfeito, uma precisão absurda, um acionamento gostoso. A alavanca de câmbio manual é um instrumento de prazer, substituindo a do Polo como a melhor entre os nacionais na minha opinião.

Cambio automático? Nem ouse falar de Cruze automático na minha frente. Só um louco sem sensibilidade mecânica alguma trocaria uma alavanca tão deliciosa por um reles câmbio automático. Até minha esposa, amante inveterada dos dois pedais, concorda que Cruze é manual.


O carro anda muito bem, parecendo realmente ter todos os 144 cavalos anunciados. Mas o que interessa realmente é que esses cavalos são briosos pôneis de raça, são ferozes, alegres, entusiasmados. O carro todo pede para ser acelerado. Adorei.

Mas há problemas, o principal deles sendo o pífio espaço interno traseiro. Mesmo na frente, o espaço não é farto. Acredito que seja provocado por uma soma de fatores pioradores de automóveis que temos que enfrentar hoje em dia: preocupação excessiva em segurança passiva (o Cruze é 5 estrelas em todos os mercados), as rodas gigantescas, e a aparência com pára-lamas pronunciados. Não sobra muito espaço mesmo...


Outro problema está de novo nos gigantescos pneus e rodas, que apesar de estarem muito bem contidos pela suspensão, fazem-se sentir nos piores pisos. Não me entenda mal, eu poderia tranqüilamente viver com o carro da forma que ele é, mas a gente não pode deixar de pensar que com as rodas e pneus do Cobalt, bem menores, o desempenho em curvas sofreria quase nada, e o conforto aumentaria.


Mas mesmo assim, se você consegue conviver com bancos traseiros apertados, o Cruze é o carro mais entusiasmante para dirigir desta lista, e por uma boa margem.

44)      Renault Mégane Grand Tour

Um dos melhores negócios de hoje. A perua de 1,6 litro, manual, está saindo por apenas 50 mil reais. Espaço interno bom, porta-malas enorme, desempenho que agrada. Tem alguma fama de confiabilidade baixa, mas eu gosto muito de dirigir estes Méganes, e a este preço e especificação, é realmente tentador. Um carro que poderia ser o único da casa dando prazer ao dirigir e espaço para família. Coisa rara.


55)      Hyundai i30

O i30, já avaliado aqui pelo Bob, é um feito de engenharia. Pesa o mesmo que um Focus Mk1, mas tem o porte do maior e mais pesado MkII. E o Focus aqui é uma comparação pertinente, porque o carro coreano oferece tudo que o atual Ford oferece (incluindo um dois litros de alumínio DOHC e suspensão traseira sofisticada), mas num preço mais em conta.


E com muito mais solidez. A marca pode ter exagerado nas propagandas de melhor do mundo, mas de qualquer forma a qualidade de construção de seus produtos hoje não deixa a desejar, mesmo comparando com o melhor da indústria.

Como quase todo carro hoje em dia, tem pneus de lateral muito baixa para seu desempenho, aqui na minha opinião piorado por rodas com apliques cromados bregas. Na Europa, existem versões com aro 14 e pneu de perfil série 70, como meu velho Focus Mk1, que devem ficar sensacionais neste carro.

66)      VW Voyage

O Voyage está aqui apenas como uma opção parecida com o Cruze: prazer ao volante, pouco espaço interno. Baseado no Gol, é o menor carro aqui em espaço interno. Mas é tão gostoso de dirigir que tem que ficar aqui como uma opção mais entusiástica ao Cobalt e o Versa, que custam parecido.


O motor de 1,6 litro é sensacional aqui, forte, vocal e girador. O acionamento do câmbio pode não ser tão bom quanto o do Polo, mas é sensacional do mesmo jeito. A posição de dirigir para mim é a melhor entre os carros pequenos. O banco pode não ser o do Cruze, mas é muito bom, entre os melhores hoje.  A estabilidade dirigindo à moda é talvez melhor até que a do Cruze, que é um pouco substerçante se você for louco o suficiente para ultrapassar os altíssimos limites de aderência deste carro na rua. O Voyage não, ele sempre aponta para o meio da curva com vontade, como meu velho Focus.

77)      VW Jetta

Eu tenho profunda admiração pela solidez de construção, a perfeição técnica, e o desenho pragmático mas belo dos modernos VW. O Jetta é o exemplo perfeito disso tudo hoje aqui no Brasil, um carro que qualquer pessoa deve ter orgulho de possuir.


Mas na verdade, o que queria mesmo era a versão Turbo como a da foto acima, que anda um absurdo, e é mais acertado para andar rápido.Mas não posso comprá-la, e portanto não pode entrar na lista. Perto dela (e de outras opções no mercado), o dois-litros de aspiração natural que posso comprar é menos satisfatório. Não tanto pela potência, que não é ruim, e mais pelo entusiasmo que entrega para alcançá-la.

Fica ótimo na versão automática, porém. Um grande carro, se um pouco menos esportivo que alguns aqui.


88)      Renault Fluence

Como o Jetta, o Fluence é menos entusiasmante que o Cruze. Mas é um carro bem grande, com um ótimo espaço interno. Um motor potente e um interior belíssimo e agradável fecham um pacote extremamente interessante.


99)      Chevrolet Zafira
110)   Nissan Grand Livina

Normalmente não colocaria carros deste tipo em minha lista. Mas se é espaço o que você quer, estes dois são as melhores opções.

A Livina é mais moderna e agradável para dirigir, e mais econômica sem dever nada em desempenho. Mesmo assim eu ainda acredito que entre as duas, a Zafira é a melhor escolha, mesmo estando prestes a sair de linha.


Por que? Ora, porque prazer ao dirigir não conta nada neste caso. A Livina pode ser melhor, mas está longe de um carro normal. Não se compra carro deste tipo para ter prazer ao volante, se compra pela utilidade.

E na utilidade, acredito que ainda não existe carro de sete lugares tão prático e espaçoso em todos os lugares como a velha Zafira. , existe sim, a Kombi, mas ela não pode vir equipada com ar-condicionado nem câmbio automático, hoje básicos na Zafira.

O interior da Zafira, desenhado sob contrato da Opel pela Porsche, é genial. Os dois bancos da terceira fileira somem no assoalho individualmente. A segunda fileira corre em trilhos, tornando possível ajuste de espaço entre as três fileiras. O carro é confortável (se você não optar pelos horrivelmente duros bancos de couro), silencioso, e extremamente agradável.

Na verdade a Livina também é algo extremamente útil e agradável para uma família. Por isto está na lista. A Zafira porém, é imbatível nisso. Vai deixar saudades, tenho certeza. Mas se você preza seus momentos de prazer no volante, compre ela somente se tiver outro carro, mais voltado ao motorista, na garagem. Um Porsche 911, por exemplo, não cairia mal...

MAO

219 comentários:

  1. se fosse eu...ia de Cruze, I30 ou Fluence...e punha na lista um Bravo Tjet tb.
    as outras opções não me agradam...

    ResponderExcluir
  2. Gostei da lista, mas Cobalt como compra racional, principalmente com o ágio praticado em várias concessionárias, não cola. Mérito à GM de não ter socado rodão nele só pra ficar "style". Acho que viram que não tinha jeito desse carro ficar desejável visualmente, então colocaram rodas condizentes com a proposta de um sedan.

    Dentre as opções e das suas condições, acho que o Fluence e o i30 parecem boas opções. São racionais sem ser "antientusiastas".

    No mais, concordo que de longe a melhor opção, descontando preço, seria o Jetta Turbo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. São racionais sem ser "antientusiastas". Thales, sou de opinião que autoentusiasta é a pessoa, não o carro. Assim, para um autoentusiasta, qualquer carro pode vir a lhe proporcionar prazer.

      Excluir
    2. Certamente, mas existe carro que anima a dirigir, e outros que, se não dão desgosto, também não arrancam suspiros.
      Fiquei com um Novo Uno 1.0 uns dias quando fui a Salvador, e não me inspirava nenhuma vontade de dirigi-lo. O momento de devolvê-lo foi um alívio enorme. Esse seria um carro "antientusiasta".

      Excluir
    3. Thales,

      Ande nos carros se puder. Todos da lista são bons em sua maneira particular.

      E nada é perfeito.
      MAO

      Excluir
    4. Novo Uno 1.0 é talvez o pior carro que eu já dirigi na vida. Realmente é totalmente anti-entusiasta.

      Mas falando sério, a sua lista demonstra claramente que o mercado nacional não tem praticamente nada entusiasta hoje em dia. Ok, vc quer conforto e espaço. People-movers temos aos montes.

      Mas um carro realmente entusiástico, de comandos sensíveis e responsivos, motores potentes, câmbios que premiam quem os toca como se clitóris fossem, acertos de suspensão que permitem transferir peso para onde você quiser durante uma curva, etc... Infelizmente não temos nada com essas características a venda hoje em dia.

      É por isso que o meu carro já vai fazer 5 anos e eu não tenho pretensão alguma de trocá-lo. Simplesmente não há opções entusiastas por menos de 150.000 reais, valor meio absurdo para se gastar num bem de altíssima desvalorização...

      Excluir
  3. A GM poderia consertar facilmente a feiura do Cobalt adotando os Faróis da Minivan Spin. Eles tendem a deixar o modelo no mercado por um bom tempo, então eu creio que é questão de tempo de consertarem a feiura dele. Aí sim, vai faltar fábrica para atender os pedidos.

    ResponderExcluir
  4. Mao,

    Prefiro carros pequenos e aconchegantes, mas é claro que para quem mede 1,92 m como você, o espaço é fundamental.
    Não dou a mínima para vidros, travas e comando dos retrovisores elétricos e muito menos para rodas "bonitinhas". O que quero é simplicidade. Lavador/desembaçador traseiro, AC e DH e um bom motor bastam. Não almejo um esportivo tipo Porsche ou Ferrari, mas quero um motor que não me deixe irritado em subidas de serra e sinto que por isso, o Cobalt não é carro para mim.
    Com esse motor, preferiria um Celta argentino 1,4 com Ar e DH e Lavador/desembraçador traseiro. Só isso.
    De todas as opções que você mostrou, a única que me chamou a atenção foi a do Voyage. Mas não gosto de carros "rabudos". Prefiro os hatch.
    Meu único sedan foi um Voyage 85, muito bom para a época, mas que não me atrai mais.
    Pergunto: O Gol 1,6 é tão bom de conduzir quanto o Voyage?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. CCN 1410,

      Sim, o Gol é muito parecido.
      MAO

      Excluir
    2. MAO,

      Está na hora de testar um, mas se comprar, não pretendo me desfazer do meu Astrão, porque depois vou ficar na dúvida como você quanto ao Opala. Este eu já tenho, hehe...

      Estava lendo a Auto Esporte deste mês e vi que teremos muitos lançamentos em breve. Talvez fosse melhor esperar um pouco.

      Tem Peugeot 208, Chevrolet Sonic que me pareceu ser um bom carro, Citröen C3 e Kia Rio. O Kia, conforme a revista, deve vir na faixa de R$ 45 a R$ 48 com motor 1,4. Certamente às css irão pedir mais que isso, como fizeram comigo com o Picanto. Eles queriam "apenas" R$ 45 mil, ou seja, R$ 5 mil de ágio. É claro que não comprei.

      Talvez seja bom aguardar um pouco mais e esperar pelos novos lançamentos. Ainda tem a inadimplência que está alta e talvez os fabricantes tenham que baixar os preços.

      Excluir
    3. CCN 1410

      Esperar e pensar sempre faz bem. Sem pressa nenhuma aqui também.

      MAO

      Excluir
  5. Legal, MAO, muito legal.

    Mas, putz, Cobalt?! Aquele carro pode até ser bom, mas feio é elogio para ele. Eu o acho um espanto, horroroso. Mas gosto é gosto. Tem certeza que prefere ele a Nissan Sentra? Com equipamentos semelhantes, o preço dos dois é próximo. Fora que o Sentra manual anda pacarai! Faz o 0 a 100 em 10s, e ainda tem 6 marchas para brincar.

    Cara, que bom ler o que voce escreveu sobre o Cruze. Putz, essa modinha de automática tá dando nos ovos! Se voce quiser ver um teste de um carro manual que não seja popular, tá difícil! Mas, como o Bob disse, automático virou sinonimo de status...

    Jetta TSI. Sou louco louco por esse carango. Acelera até os 100 em 7s. Várias revistas fizeram isso. E detalhe: sobe para 240 cv fácil e com confiabilidade. Não vejo a hora de terminar o financiamento aqui de casa e me enforcar de novo para pegar um bicho desse. Ah! E azul com o interior creme!

    Abraço

    Lucas CRF

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lucas, se você for no Jetta Clube, vai encontrar testes de Jetta TSi original com 200 cv nas rodas... É capaz de vir até um pouco mais com reprogramação, apesar de que original ele já me deixou de cabelo em pé no test drive.

      Excluir
    2. Lucas,

      A lista é pessoal, mas você devia ir andar no Cobalt, ele é um carro que vale muito mais do que custa. E um feito de engenharia, algo que sempre me agrada.Eficiência me atrai.

      Comente sempre!
      MAO

      Excluir
    3. Thales,

      depois que vi um A3 com esse conjunto mecanico fazendo uma retomada para mudar de faixa, meu queixo caiu e fiquei fã desses motores. Outro espanto foi ao ver um A4 com o mesmo motor, mas com CVT, saindo de um quebra-mola. Acredito que o giro não passou de 2000 rpm, mas a facilidade que o carro ganhava velocidade era espantosa. Caiu na minha lista de desejos...

      MAO,

      quando figuras conhecedoras como voce dizem, boto fé. Sabe um carro que fiquei favoravelmente surpreendido? Prisma 1.4. Comportamento dinamico irretocável, previsível, na mão.
      Vou testar o Cobalt e te digo depois.
      Abraço.

      Lucas CRF

      Excluir
  6. O MAO é anti-FIAT.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sou? Não sabia...rsrsrsr

      Pode-se encontrar longas odes a Fiat de minha autoria neste blog, é só procurar.
      MAO

      Excluir
  7. Caio Cavalcante06/05/12 13:33

    De acordo com as impressões do MAO e de outros por aqui, penso que a feiura do Cobalt é na medida para não abocanhar maciçamente vendas do Cruze. Será?


    MAO,

    E o Jetta Variant? Escaparia do orçamento? Espaçoso, bem comportado e tem um motor delicioso.

    Grande abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caio,

      O Variant (e mesmo o Jetta normal) são bem carinhos, até poderia comprar, mas estão no limite.

      MAO

      Excluir
    2. Caio Cavalcante06/05/12 21:30

      Justo. Sobre seu Focus, já era minha opinião e depois de reler seus textos falando dele só a confirmei: independente da escolha do carro novo, tenta manter o bicho. Convivi um bocado com um MkI 2.0 Duratec só gasolina, inclusive uma viagem de 4.000 km, e também foi um dos carros que mais me marcou. Deu vontade de procurar um usado em bom estado...

      Excluir
    3. Salvo engano a Variant tem um consumo um pouco elevado. Muito mais do que o Jetta turbo. Como a diferença é de apenas 5 mil... ficaria com o jetta turbo. É este seu carro MAO. mesmo caro. Espere um pouco mais.

      Excluir
  8. Com os filhos saindo de casa, ando querendo, cada vez mais, carro egoísta, preferencialmente com 2 lugares e um espacinho atrás para duas bolsas e o dog.
    O diabo é que, dentre as opções existentes, como sinônimo de diversão, os preços são proibitivos. Vou acabar optando por uma picapinha cabine alongada.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não se esqueça dos netos, hehe...

      Excluir
    2. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    3. Tá aqui um bom brinquedo http://carro.mercadolivre.com.br/MLB-237303096-honda-civic-crx-si-1990-n-e-predule-del-sol-coupe-e-vti-_JM

      Excluir
    4. CCN1410:
      Sou meio radical qto a netos. Tenho uma com 11 anos que vejo e falo pela net. Mora longe pacas. Torço muito para que seja feliz, mas isso, é obrigação/dever de pai e mãe. Se eu entrar no circuito, vou bagunçar o coreto. A maioria dos avos/avós não falam, mas reclamam um bocado dessa educação frouxa onde criança faz o que quer sem limites. Fico louco da vida ao tropeçar com rebentos de dias ou poucos meses, "passeando" num shopping ou outros locais inadequados - para uma criança - pq papi e mammy não queriam ficar em casa. Os meus filhos (4) puderam praticamente tudo, no contexto correto. "não" era não. Uma palmada na bunda raramente aplicada resolvia polemicas inúteis. Ninguém precisou de terapia ou ser entupido de rivotril.
      Esse lado família, italiana/portuguesa/espanhola com todo mundo empilhado em almoços domingueiros não é minha opção.


      Renato: é carro pra usar todo dia. Um velhinho simpático só pode desfilar ocasionalmente. Valeu pela dica, mas prefiro um velhinho igual da fotinha.

      Excluir
  9. Gostei da lista como um todo!

    ResponderExcluir
  10. OK! Mas tirou o Focus II pelo preço, mas colocou o Jetta Santanatech, Cruze com eixo de torção que custam até mais que o Focus!! Não entendi... Foi só a Chevrolet voltar fazer uns carros um pouco melhores que já virou a melhor marca do Brasil. Lembrem-se que ainda está longe de ser a Chevrolet/Opel dos anos 90.
    A GM e a VW abusam do Brasileiro, por causa de fãs chatos e tapados que aceitam qualquer coisa!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anônimo,
      Não, tirei o Focus II porque não gosto dele.
      A lista é pessoal. Sempre sõ pessoais estas listas.
      Comente sempre!
      MAO

      Excluir
    2. Valeu MAO! Gosto é gosto e tem que ter coragem pra expor o seu!

      Aproveitando, tenho um Focus Mk1,5 1.6 e estou pensando em trocar por um Mk2 2.0 Seminovo. Também comecei a me interessar por um C4 VTR... Alguém tem algum VTR pra dizer os prós e contras na prática. P.S: sou solteiro e até gosto que seja 2 portas! Pena que não tem Teto...
      Sds, Vinicius

      Excluir
    3. Vinícius (Anônimo 02:48 PM),

      Gosto do C4 hatch 4 portas, dirijo um 2L automático ocasionalmente, o carro é bom, letárgico pelo câmbio automático e sofre pelas rodas exageradas de tamanho 16" e pneus perfil baixo. O VTR não conheço mas de acordo com a avaliação do Bestcars parece que sofreu a doença do encurtamento excessivo das marchas no processo de tropicalização, ao menos as rodas são 15 neste modelo que foi importado. No mais, a família C4 toda (hatch, sedan) sofre de durabilidade dos amortecedores dianteiros, no meu caso duraram somente 18.000 km!! Muitas reclamações na Internet e até agora nada da Citroen aparecer com uma solução de campo. É uma despesa extra a se considerar.

      Excluir
  11. MAO, muito bacana compartilhar conosco essas impressões tão "íntimas". Hehe.. Para autoentusiastas acredito que não seja tão fácil assim divulgar essa lista e depois ler as críticas da galera. Bacana mesmo!

    Aliás, como eu curto muito este tipo de post, sugiro aos outros editores do Blog que também o façam, quando tiverem de trocar seus carros! #ficaadica.

    Abraço
    JCA

    ResponderExcluir
  12. MAO, você vendeu o Focus 2009 e não me avisou? Sacanagem...rs

    Como eu sou adepto das escolhas racionais (o que lhe deixaria uma margem para realizar alguns sonhos que mencionou), eu NÃO iria de Cobalt, mas sim de Logan, com maiores opções de versões, inclusive as boas 1.6 8V manual e 1.6 16V automático, que está se tornando imprescindível em São Paulo graças à proposital atuação da Companhia de Engarrafamento de Tráfego. E, para o meu gosto, com desenho mais bonito que o Cobalt.

    Outra escolha racional é a do final de sua lista, a Livina. Fiquei com uma excelente impressão desse carro desde o último Salão do Automóvel, quando entrei em vários carros e só me senti "vestindo-o" ao volante dos Kias Cadenza e Optima. Sem pretensões, entrei na Livina: tudo bem ajustado (parecia que o banco fora moldado para mim), todos os comandos à mão, pedais nas posições mais naturais. Surpreso, entrei em mais 3 unidades que lá havia - incluindo a X-Gear - e a boa impressão se confirmou.

    Outra boa opção - com que concordo - com preço mais comedido é a Grand Tour.

    Boa sorte na busca por seu(s) novo(s) carro(s)!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Guest,

      Grato!

      Eu gostava muito do Logan até aparecerem o Cobalt e o Versa. O mundo gira...
      MAO

      Excluir
    2. Isto não quer dizer que você não gosta mais do Logan, mas sim que agora, gosta mais do Versa e do Cobalt, que do Logan. Ou não, he, he?! Eu vou continuar gostando mais do Logan, ao menos até o Versa oferecer uma versão automática pelo mesmo preço do Renault, e ao menos até o Cobalt oferecer um automático também pelo mesmo preço do francês (ou romeno, como muitos vão preferir dizer, numa tentativa boboca de depreciar o carro, e para a qual eu não dou a mínima bola, he, he). O Cobalt ainda tem um agravante: se vier com motor mais forte, será 1.8 e não um 1.6, o que servirá de "desculpa" para a GM não rever seus preços para o nível do dos concorrentes 1.6, pelo contrário, vai encarecer o carro que com motor 1.4 já é mais caro que os outros.

      Excluir
    3. Mr Car,

      Eu gosto do Logan, mas ele foi o primeiro de um tipo de carro que chegou a perfeição no Versa e no Cobalt.
      MAO

      Excluir
    4. Aléssio Marinho07/05/12 09:12

      Mr Car e MAO;

      Vamos aguardar o novo Logan, arredondado como o Fluence. Quem sabe o Mao muda de opinião..rsrsr
      E no fim do ano chega a Lodgy.
      Da lista do Mao o que mais me agrada é o Versa. O Cobalt apesar de ser maior que o Logan, possui espeço interno útil menor que este e não acomoda tão bem nós que somos um pouco fora do padrão...rsrsr

      Excluir
  13. Alguns carros aqui me agradam demais (como o Mégane Grand Tour) mas como se fosse comprar um carro, eu poderia chegar estourando aos R$45.000,00, vou ficar com o Versa SL que custa um pouquinho menos que isto. O Cobalt LTZ custa um pouquinho mais, poderia até ser opção, mas acho que o Nissan tem melhor motor. Ah, e não entrou na lista do MAO, pois caso tivesse entrado, eu esolheria (com tudo que o Versa SL tem e mais o câmbio automático por uma diferença de apenas R$1.000,00 para mais), o Logan em sua configuração top de linha.

    ResponderExcluir
  14. Lista polêmica, mas qual lista não é? O Cobalt é mais espaçoso que o Cruze, mas aqueles bancos de carro popular enganam um pouco. Se colocar bancos de sedã médio de verdade, o espaço deve diminuir um bocado. Quanto ao Focus II, fico até um pouco triste de ter vendido o meu, mas concordo que falta alguma coisa nele, ou melhor sobra... peso, e até acho que a Ford precisa logo trazer algo melhor que o Duratech. Mas mesmo assim é sacanagem tirar o Focus pra colocar o Jetta Santanaline no lugar! Não que ache esse Jetta ruim, acho até que o motor é suficiente, mas não tive coragem de trocar o já limitado Duratech pelo Santanatech...

    ResponderExcluir
  15. Houve tempos em que eu dava importância para ter carro "zero", só pelo "gosto", mas não mais. E como não preciso de carro para o trabalho, rodo menos de 2k por mês, não faria sentido investir em zero. Se eu tivesse um bom Focus mk1, dificilmente venderia. Um que me atrai também é o Polo, hatch ou sedan.

    ResponderExcluir
  16. jetta variant!

    ResponderExcluir
  17. Realmente a Megane GT está uma pechincha por esse valor, é um carro espetacular, conforto, posição de dirigir, estabilidade, espaço e versatilidade. Tem 4,50m de comprimento e 2,70m de entreeixos. Tenho um sedan 2.0 automático e não me canso de dirigir, é como o Bob disse no post sobre ela: a gente arruma pretexto para andar no carro.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. tenho um megane 1.6 2007. Gosto muito do carro pelas características, dirigibilidade, consumo e segurança.
      Odeio o carro pela manutenção. Já trocou uma lâmpada do farol? O esquerdo é possível de fazer em casa, se você tiver a mão de uma criança de 5 anos. O direito só no elevador e desmontando uns acabamentos, coisa de uma hora de serviço. Preço das peças está igual mercedes na concessionária, sendo que não acha nas importadoras. O meu começou a apitar e acender luzinhas de "corra para a concessionária" e o carro aparentemente não tem defeito e não se detecta nas oficinas que eu faço as manutenções preventivas. Os acabamentos internos tem prazo de validade. Os puxadores das portas, com aquele acabamento com aparência de borracha, começaram a descascar na mesma época. O preço dos novos, mais o chicote do vidro elétrico do motorista dava para comprar uma moto 125 zero km.
      Resumindo, Renault "barato" de manter só romeno. Francês mesmo é de cair aquilo da bunda quando precisar da concessionária por simples falta de opção no mercado paralelo.

      Excluir
  18. Não entendi o que é um motor "vocal".

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É o som que o motor faz, é agradável.

      Excluir
    2. Isso, um motor com voz, que fala, canta, grita...
      O Cobalt por exemplo é mudo. Silêncio total, legal também, mas não entusiasma como o som do Cruze.
      MAO

      Excluir
  19. Esposa exigente essa sua! Gosta de carro novinho na garagem, câmbio automático e outras firulas (talvez espelhinhos e porta copos????)

    Cara, só se vive uma vez. Compra logo um bendito de um Opala e dá prá ela um fogão novo de 6 bocas e uma máquina de lavar com secadora acoplada...

    Você ficará com um carro de verdade, as roupas limpas e de barriga cheia. Isso sim que faz qualquer homem feliz!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. KKKKKKKKKKKKKKKKKKK!!!!!

      Excluir
    2. VADINHO PRA PRESIDENTE! huehehuheu

      Excluir
    3. Pior a minha esposa, que fica querendo uma Amarok, ou uma Triton. Pra andar na cidade.. Haja dinheiro...

      Excluir
    4. Rapaz, tu falou o que todo e qualquer HOMEM de verdade (e não este monte de genéricos por aí) pensa e morre de vontade de falar e não pode! Parabéns pela lucidez. Pena que nossos dias não são lúcidos... E MAO boa lista. Se tiver "bala na agulha" fique com o Jetta, é o melhor da lista.
      Klaus

      Excluir
    5. Ui, que macho!
      Cuidado que o Juvenal se apaixona...
      MAO

      Excluir
    6. Isso aí, pau nos homens que não vestem as calças na casa!

      McQueen

      Excluir
    7. nossa .... kkkk .... fogão??
      se meu marido me desse um fogão ganharia um bom rolo de macarrão nos miolos ...
      ganhei meu cruze lt automático e to amaaaaandooooooo....o cruze e o marido!
      aprendam !
      e pra quem ainda desconfia do cambio automático ,faça um teste drive com o Cruze e depois deem suas opiniões.

      Excluir
    8. puuutz... o comentário deste personagem aí em cima não pode ser sério...

      Excluir
  20. Não sei porque vender o Focus 2009 ultima serie..., eu tenho um e acho excelente, anda bem,é confortavel,muito estavel e dá um prazer de dirigir inigualavel em um carro da mesma faixa de preço.
    mas eu consideraria o new fiesta,um cruze,um fluence,um bravo ou um Focus sedan mk2 Duratec.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Simplesmente porque foi piorado em relação ao 2005 (que ainda tenho), e precisava de dinheiro.
      MAO

      Excluir
    2. Foi piorado em alguns itens, mas melhorados em outros o desempenho do 1.6 flex é melhor que o do mono por exemplo. o meu é um GLX e tenho um amigo que tem um GL 2006 então essa é minha base de comparação. mas sei que tem detalhes que foram piorados sim, mas ainda continua um grande carro. a estabilidade com a multilink, a direção precisa o bom espaço e otimo acabamanto estão lá ainda.
      o seu 2009 deu algum problemas ? no que ele era pior especificamente?
      sem dervirtuar o post, desses aí eu ia de Cruze !

      Excluir
    3. Problemas de direção (2 caixas trocadas em garantia), depenação em várias áreas críticas, motor bem mais áspero mesmo usando gasolina, aumento de desempenho imperceptível.

      E caí na besteira de comprar o segundo com as rodas de alumínio aro 15, muito piores que as 14 no meu 2005.

      Sabe, o duro é ter mantido o 2005. Este carro nunca deu problema, é incrivelmente confiável, e o 2009 estava longe disso.
      MAO

      Excluir
  21. Gosto, aplicação e preços à parte, Jetta é o melhor disparado! Dessa lista aí, disparadíssimo!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Darthvex

      Depende. Todos são bons, e cada um tem seus altos e baixos.

      Nada é perfeito.
      MAO

      Excluir
  22. Bruno Souza06/05/12 18:17

    Eu gostaria de ter o i30, pois tem espaço e não é tão cumprindo. Tenho um New Fit 1,5, que é bem espaçoso, mas não é um estradeiro, rodando a 130/140 é ruidoso demais para os passageiros.

    Mas o i30 teria de ser automático. O senhor ou alguém já guiou o automático?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não andei em automático, só em manual, e não por muito tempo.

      Um carro muito bom.
      MAO

      Excluir
  23. Tenho um Sentra CVt, ótima relacão custo beneficio, anda muito, e tem a resistençia dos carros japoneses.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cara, nome em inglês e nem português sabe: RESISTÊNCIA.

      Excluir
  24. Fernando Loureiro06/05/12 19:03

    É engraçado como as coisas mudam rapidamente... Esta lista me remeteu à dúvida na qual eu me encontrava até umas duas semanas atrás. Com a chegada da minha segunda filha, comprar um carro mais espaçoso e confortável tornou-se uma prioridade — sou grato aos anos de serviços prestados pelo meu antigo Clio 1.6, mas sua hora já havia chegado. Logo me interessei pelos sedãs compactos da nova safra, especialmente Versa e Grand Siena. Na minha ida à Nissan, o desprezado Tiida Sedan me chamou a atenção pelo grande espaço interno, pelo acabamento superior e pelo bom conjunto motor-câmbio. Tudo por um valor similar ao do Versa SV, que não me despertou, digamos, grandes emoções. Consciente dos riscos, me propus a fechar negócio, mas sabendo da alta taxa de juros de 1,4%/mês, hesitei. Foi quando o vendedor me sugeriu o Tiida SL manual a uma taxa de 0,84% nas mesmas 36 prestações. Comprei o hatch na hora. Chegou esta semana e não me arrependo. Apenas troquei as facilidades de um porta-malas maior por um veículo muito mais equipado (em partes, pois uma vez com os bancos traseiros avançados, o porta-malas do hatch chega muito próximo dos 469 litros do sedan). Um bom negócio para uma família jovem, com duas crianças pequenas.

    O que quero dizer com a minha pequena história é que, apesar das vantagens a princípio ofertadas por cada modelo em sua divulgação, nada substitui a procura minunciosa do futuro proprietário. Há também de se notar que condições de financiamento, revenda e seguro variam enormemente de lugar para lugar. Acredito que são esses pequenos porém importantíssimos detalhes que nos fazem optar por um determinado veículo para uso cotidiano.

    No mais, parabéns pelo post, MAO! Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse esquema dos bancos traseiros deslizantes do Tiida SL é muito bacana, acho que é só ele que tem este recurso. Tinha uma época que ele tinha taxa zero de juros em até 24x ou 36x, dependendo o modelo.

      Excluir
    2. Fernando, estou em situação parecida com a sua. E estou considerando o Tiida como opção de próximo carro. Mas com relação à porta-malas, tenho uma grade interrogação. Pois para os recém-nascidos precisamos transportar o carrinho, eventualmente guardar a cadeirinha no porta-malas, pra não chamar demais a atenção de ladrões. Fora as viagens um pouco mais longas...
      Como você está tratando essa questão? Divida essa experiência com um pai de primeira viagem... hehehehe

      Excluir
    3. Fernando Loureiro07/05/12 23:44

      Olá, Fábio! É com todo prazer que dividirei a minha (pouca) experiência como pai. Hahaha.

      Minha filha mais velha tem 4 anos e, quando ainda possuíamos o Clio, nunca tivemos grandes problemas com relação a espaço. Como a bagagem era pouca (apenas minha filha, minha esposa e eu), não era complicado encontrar um lugar para o carrinho no porta-malas, junto de mais algumas malas de mão. Quando sobrava alguma bagagem, esta geralmente ia no banco de trás — quando não no chão, o que considero mais seguro. Não é o ideal, mas sempre funcionou. Quando desfazíamos as malas, naturalmente guardávamos a cadeirinha no porta-malas.

      Ainda não caí na estrada com o Tiida e mais a caçula a bordo, mas posso lhe garantir que espaço não será problema. Com os bancos traseiros completamente avançados, tem-se um ótimo porta-malas (de fácil acesso, em relação à maioria dos hatches médios), em que guardar um carrinho de bebê será uma tarefa sem quaisquer complicações. Além disso, ainda sobra um espaço razoável para as pernas dos ocupantes. Vejo também outra ventagem nessa configuração: as crianças estarão mais próximas de nós, o que certamente ameniza um pouco a sensação de isolamento nessas viagens, especialmente para um bebê. Há alguns meses, a minha filha mais velha também trocou a cadeirinha pelo booster (uma espécie de assento elevado para que se afivele o cinto adequadamente), que ocupa muito menos espaço que uma cadeirinha convencional.

      Enfim, posso lhe garantir que um Tiida seria uma ótima compra. Reclamam da suspensão um pouco dura, mas prefiro vê-la como um lembrete de que esse carro pode ser divertido quando você quiser. Haha. De todo modo, se espaço for algo realmente necessário para você, acho que a supracitada Grand Tour também seria um modelo a considerar. Bom acabamento, lista de equipamentos de série completa e um motor econômico — certamente um ótimo carro para a família. Também há a possibilidade de compra direta por funcionários públicos, que garante um desconto de até 15% no valor final do veículo. Se eu me encaixasse no perfil, possivelmente a teria adquirido.

      Espero ter ajudado, na medida do possível, um pai de primeira viagem! No mais, boa sorte com a sua escolha e saúde para sua família!

      Excluir
    4. Fernando,

      Muito obrigado pelas informações! Foram bastante esclarecedoras.
      Como meu primeiro filho está em vias de nascer, pretendo trocar o meu carro atual (um Escort Zetec 1.8) por outro que apresente as mesmas caracteristicas de motorização, conforto e equipamentos. E claro, que me diverta também! hehehehe. (se puder, exeprimente dirigir um desses qualquer dia).
      No meu caso, estava pensando em adquirir um modelo na faixa dos 38.000 - o que está dentro das minhas possibilidades atuais. Por esse preço, o carro que mais me agrada (por incrível que pareça) é o Fiesta 1.6 Rocam. Mas espaço no meu caso é um requisito, e infelizmente um hatch pequeno não me atenderia neste momento, pois costumo fazer algumas viagens em família - e como terá um bebê na parada, já viu...
      E está complicado para eu escolher um carro nessa faixa de preço. Porque sou extremamente "cri-cri" como diz a minha esposa. E tanto a Nissan quanto a GM e a Fiat estão deitando e rolando nessa faixa de preços, porque seus mais recente carros nessa categoria (Versa, Cobalt e Grand Siena) estão vendendo muito bem - logo, negociar um modelo com equipamentos que eu considero essencias para mim está muito difícil. Qualquer um desses 3 modelos na minha cidade, você só encontra à base de ágio ou fila de espera. E se equipados, somente acima de 40.000.
      Vi um anúcio de um Tiida 2010 por 38.500 e penso seriamente em fechar negócio. E por isso pedi sua ajuda. Estou levando em consideração também a Megane GT e o Nissan Sentra, que usados estão todos nessa faixa de preço. O problema está na confiabilidade de um usado... e se optar por um usado, terei que ser muito cuidadoso na escolha, mas não é nada de outro mundo.
      Obrigado mais uma vez pela sua ajuda! São dicas de grande valia. Felicidades para você e toda a família.

      Excluir
  25. Sinto muito, MAO, mas eu não compraria nenhum dos modelos da sua lista. Não só por não ter condições de comprar nenhum deles (realmente não tenho), mas mesmo que tivesse, nenhum me agrada. Talvez, com algum esforço, o Cruze Sport6.
    Na verdade, os dois primeiros são os mais racionais, são recentes no mercado, com certeza tem manutenção barata, e a beleza está nos olhos de quem a vê. O melhor de dois mundos seria um carro "mais ou menos com a frente do Versa e a traseira do Cobalt" (que para mim é a parte menos estranha do carro).
    Mas dentro desse segmento, ainda ficaria entre Fiesta Hatch e Honda City.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também não tenho condições. Na verdade, nem de comprar um Mille, no momento. Estou na porção dos 90 ou 95% dos brasileiros do andar de baixo, salário baixo, com família e ainda muitas parcelas (de casa, empréstimos) pra pagar. Mas se tivesse dinheiro (e quando tiver), não compraria carro zero por questão de princípios e como forma de boicote à nossa maravilhosa e benevolente indústria "nacional". Pelo menos até o momento que as coisas entrem num nível civilizado, como parece que os juros começaram a entrar.

      Excluir
    2. Comprar carro usado não é boicote... A pessoa que te vendeu o usado vai lá e compra um novo.

      Excluir
    3. Ou não. Cansei de ver pessoas que vendem um usado com X anos de uso, vão lá e compram outro usado, mais novo.

      Excluir
    4. Mas no fim dessa cadeia de consumo sempre terá alguém que comprará um zero. Pra quebrar as pernas dessa turma só parando completamente o mercado o que é impossível.

      Excluir
  26. Não existe carro ruim, o que existe é carro com preço fora da realidade.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. No caso do Brasil, são TODOS os carros.

      Excluir
  27. De uns tempos pra cá, só considero trocar de carro se for por um realmente melhor. Se eu tivesse um Focus, dificilmente trocaria por algum desses da lista, pois tirando o fato de ser mais novo, não me parece que sejam carros melhores, alguns deles muito pelo contrário. A não ser que o Focus já tenha rodado mais que 200 mil km.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E você acha que nenhum carro desses zero pode ser melhor que um Focus velho?
      Tudo muda o tempo todo...
      MAO

      Excluir
    2. Talvez, muito talvez mesmo, apenas o Jetta TSI.
      O resto, desculpe-me, perto de um Focus (seja MK1 ou MK2), é tudo puro lixo.
      Tudo muda o tempo todo, alguns para melhor, muitos para pior (como voce mesmo apontou no caso do Focus 2009 vs Focus 2005). Portanto, esse negócio de ficar trocando de carro simplesmente não faz sentido.
      Se não puder comprar um Jetta TSI, então esquece, qualquer das outras opções implicará em despesas e retrocesso.

      Excluir
  28. Também gosto muito da Mégane, além do que, a acho linda.
    Agora, MAO, ter na mesma lista dos desejos Voyage e Jetta, é, digamos.. um pouco diversificado demais, né não?
    Ah, e se vc for procurar um BMW 3xx anos 90 para comprar, me chama que vou junto.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Reflect,

      Sim!
      Mas são carros que considero comprar, mostra como a cabeça de comprador é imprevisível.

      A Megane é sensacional, e aceita digerir gasolina pura E0. Como planejo levar a família à Argentina no fim do ano, um bônus considerável...
      MAO

      Excluir
  29. MAO,
    remover o Focus porque ele não é mais o mesmo não foi justo.
    Principalmente porque voce adicionou um carro à sua lista que pode ser tão bem feito como quiser (no que não é melhor que um Focus) , o melhor custo benefício do mercado (no que não acredito) , o queridinho do mercado de usados (enquanto durar o encanto ), a escolha da classe média chique frequentadora de shoppings , e o escambau a quatro, mas nunca terá a origem de um Focus, nem um décimo de sua elegância e importancia na história do automóvel, o Hyundai i30.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Juvenal,

      O Focus piorou e subiu um absurdo o preço. E o meu 2009 foi muito pior que o 2005. Tem uma mensagem aí...
      MAO

      Excluir
    2. Concordo plenamente com o Juvenal. maldade sua contra o focus, seja ele qual for. esse ultimo tem uma plataforma muito solida (volvo c30) e o duratec na versão manual da conta do recado e contorna curvas com maestria. tudo bem optar por outro carro, mas que deveria estar na lista.

      Excluir
    3. O fato do MkII não estar na lista não diz que é ruim.
      Mas é uma coisa que indica que não é claramente superior como o Mk1 era em seu lançamento em 1998...

      MAO

      Excluir
    4. Marcelo Augusto07/05/12 08:46

      Juvenal, como diz o Bob, quem faz o carro é quem o dirige.

      Excluir
    5. Também tenho que concordar com o JJ.
      O Focus, de 2005 a 2009, pode ter piorado (como TODOS os carros ao longo do seu tempo de produção), mas daí a inferir que o MK2 também piorou é oooooutra história (que não procede).
      Quanto ao I30, já andei, e não vi absolutamente nada demais (além do design horroroso). Em se tratando de carro nacional novo (ou melhor, produzido nacionalmente), o único que se salva hoje é o Focus MK2. O Cruze, perto dele, é mais uma tranqueira (lenta por sinal, mesmo com cambio manual de 6 marchas, que nem sequer prestou para ter overdrive).
      Ainda falta muito, mas MUITO, para a GM voltar a ser o que foi na década de 90. Quando lançaram o "Astrão G3" em substituição ao Vectra B eu pensei que fosse o fundo do poço. Mas não! Conseguiram façanhas muito piores, como o Agile sedan (Cobalt) e o Cruze-Credo. Diante disso, infelizmente mordi a língua ao falar mão do "Astrão G3".

      Excluir
    6. Bussoranga.

      Concordo com você em tudo que escreveu. E confesso que quando vi um Cobalt ao vivo, o Astrão G3 passou a me agradar - na versão sedan e na versão hatch.

      Excluir
    7. Marcelo Augusto07/05/12 22:03

      No Chile é possível comprar toda a linha Opel atual. E nós aqui com essa bagunça de nem termos Opel atuais, e com novos Chevrolet (Cruze e Sonic) que vem sem o que interessa - o 1,4 turbo. Fora os "projetos locais" que é bom nem comentar...

      Não sei até onde vale a pena ter fábrica local.

      Excluir
  30. O nome da lista é o que explica tudo... Por isso cada um tem a sua. Mas o Anônimo de May 6, 2012 10:45 AM tem razão: é muito incoerência excluir o Focus e incluir o Cruze pelo critério de preço, já que esse GM é que deveria custar mais barato (é assim na Europa, o Cruze é "budget car") e sinto muito, mas esse ecotec 1.8 não está com essa bola toda (só se fosse o 1.4 turbo)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Félix,

      Eu gostei muito do Cruze. Muito mesmo. A ponto de desejo.
      Eu tive 2 Focus comprados zero, e conheço o Focus MkII.
      Se ele não está na lista, não quer dizer que é ruim, apenas que existem opções melhores em minha opinião.
      MAO

      Excluir
    2. Caro Mao,

      Na verdade não dirigi o Cruze manual, pois o test-drive era LTZ e esse dirigi 2 vezes. O Focus II que eu tinha era GLX 2.0 hatch e era um senhor carro, mas como nem tudo é perfeito achava que faltava força em baixa e tem carros melhores pra dirigir no trânsito pesado. Ah, ele tinha câmbio manual, mas desta vez tinha decidido que teria um sedã automático. Nos inúmeros test-drives que fiz, na minha opinião os únicos sedãs que me fizeram sentir que valeria a pena trocar o Focus foram o Fluence, o Jetta TSI e o 408 THP. Andar de Corolla, Civic, Jetta Confort., Cruze LTZ não mexeu comigo... quem sabe se fosse o LT manual? Minha escolha (ir)racional era o Jetta TSI, mas uma pena que não consegui uma boa negociação e fiquei o 408. Se vc gosta do Fluence, imagine como esse carro vai ficar com o 1.6 turbo, porque esse motor faz vc esquecer qualquer preconceito contra os Peugeot!!!

      Excluir
    3. Felix, arrume um LT sem couro manual. Outro carro.

      MAO

      Excluir
  31. Luiz Dranger06/05/12 21:26

    Regi Nat Rock, saudades, vc falou tudo, um herói! Vamos achar duas Mercedes 190E lá pelos 90's com uma quilometragem compatível, em bom estado por uns 20 paus. Não deve ser difícil, e é um puta carro !!!
    Abração

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. domingo que vem, padoca. Aquela em Moema.Acompanhe pelo Sub.
      é uma idéia o 190.
      realmente o "taxi" é uótimo...
      abração tb..

      Excluir
  32. Desta lista ficaria apenas com a GT, o resto só tem resto. Se tirassem o powertrain do Fluence e colocassem na GT ficava perfeita.

    O i30 num primeiro momento pode até ser mais interessante que o Focus Mk 2,5 mas a convivência e manutenção provam o contrário. Tudo nele é mais caro e inferior que no Focus.

    Eu estou no meu 3º Foci (um 2002 Zetec 1,8l, um 2004 RoCan e um 2009 Ghia Dura), fui várias vezes na CCS da Hyundai com meu pai (que caiu no engodo da Tucson) e digo, não troco o meu Focus por um i30 nunca. De cara a política imbecil do Preto/Prata já demonstra a consideração que a Hyundai/CAOA tem com o consumidor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ChAndré,

      Segundo a Ford, Focus não é um nome em latim, então o plural Foci não se aplica, é dois Focus mesmo.

      Comente sempre!
      MAO

      Excluir
    2. Chandré tbm prefiro o Focus ao i30. meu tio tem um Ghia mk2,5 aquilo que é carro, o meu Golf 1.6 2008 que não é ruim, mas desaparece perto do focus que é muito mais carro, é melhor em tudo. vou trocar por um Titanium assim que puder.

      Excluir
  33. Opala pra você e cobalt 0 km pra esposa.
    pra ficar com uma charmosa garagem monomarca.

    Simples assim.

    ResponderExcluir
  34. MAO, o que não ficou claro foi os valores máximos que você pretende gastar...

    De R$ 45.000 à 70.000 com um pouco de espaço para a família eu pensaria em algo assim:

    Voyage: Concordo com tudo o que você disse, o carro é bom de guiar, talvez falte um pouco de espaço em relação à Gran Siena, Versa, Cobalt e Logan, mas a tocada dele já compensa o resto.
    Polo Sedan: mesmo com o visual já meio cansado, é difícil deixar de gostar desse carro, da solidez, dos engates ainda melhores que o do Voyage, do comportamento dinâmico, eu adoro esse carro.
    Jetta 2.0: gosto do carro, porém acho que o abismo entre o 2.0 aspirado e o 2.0 Turbo é muito grande, um upgrade no 2.0 aspro ou mesmo o 2.0 16v aspro do Passat cairia feito uma luva, mesmo assim compraria um 2.0 8v
    Cruze: parece que a GM fez pelo menos um carro que preste nestes últimos anos, e esse carro é o Cruze
    Focus: eu gosto muito do Focus, mas tinha que ser o 2.0 e hatch
    i30: não o acho bonito, mas é uma escolha a se pensar
    Cerato: carrinho bonito hein? parece bem construído
    Mégane Tour: honestíssima, motor bacana, muito espaço, bonita.... dá medo de comprar e a Renault tirar de linha, mas é uma boa pedida
    Fit / City: são carros que não emocionam, mas são muito econômicos, espaçosos, funcionais e duráveis

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vamos dizer que não queria chegar nos 70.
      MAO

      Excluir
  35. Eu passei de um Megane 2 litros manual pra um Fluence 2l manual também. Bem superior em espaço, conforto de rodagem (pneu perfil 65) e talvez desempenho. Porta-malas de mais de 500 litros e super equipado mesmo na versão básica, de 60 mil reais. Vale cada centavo a mais que a Megane Gran Tour.
    Acho que o Cruze é ainda melhor, mas é mais caro e bem menos espaçoso pra quem tem família.

    ResponderExcluir
  36. Sei lá, parece que a Chevrolet perdeu o bonde da história e teve que fazer muuuuito para lanbçar novos carros na média. Como essa nova Chevrolet Hilux Triton e a noma minivan PM7 Chevrolet Livina.

    MAO, Cobalt 1,8L que bicho você acha que dá? Ele vai vir com a mesma especificação da minivam com cerca de 120cv.

    Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A notícia é motor com 108 cv no cobalt automático.

      Excluir
    2. Sabem, acho que o 1,4 litros é suficiente. Onde passo maior parte de meu tempo ao volante, a estrada, ele é ótimo. Está mais para carro de luxo que para carro esporte, muito por causa do completo silêncio. E gosto de reduzir marcha, kkkk.

      O carro atinge o limite permitido de velocidade em terceira marcha, então...
      MAO

      Excluir
    3. MAO,

      Não quero questionar seu gosto, mas um carro desse porte com motor 1.4 não me agrada. Nunca andei, mas passa uma sensação de que, quando carregado, irá faltar força, principalmente em ultrapassagens em situação crítica. Sem contar o preço...
      E uma dúvida: porque comprar um Cobalt, e não um JAC J3? Seria desconfiança da marca ou o carro não te agrada mesmo?

      Excluir
  37. MAO, muito interessante a sua lista. Ainda não andei de Cobalt, mas não tenho certeza que as qualidades do carro conseguem me fazer esquecer daquela frente mais feia que bater na mãe por causa de mistura. E não estou convencido que aquele painel de motocicleta não deixa a viata cansada durante uma longa viagem noturna, mas como ultimamente a aparência têm se sobreposto à funcionalidade, tá no padrão. Mas o Cruze me decepcionou: no banco dianteiro ele é primoroso (apesar do volante pequeno para meu gosot), só não encontra a posição ideal de dirigir quem tiver preguiça de explorar as regulagens do banco e do volante. Mas o espaço no banco traseiro é bem menor que no meu velho Monza 1990. Para um sedâ que se pretende familiar e/ou executivo (no Brasil, pelo menos), imperdoável.
    Agora, que acho que nas críticas o pessoal têm criado uma figura fictícia, a do "carro autoentusiasta". Até onde me conste, quem tem de ser autoentusiasta é o MOTORISTA, não o CARRO. Nas mãos de quem sabe e gosta de dirigir, até uma Kombi pode ser autoentusiástica. Por outro lado, já cansei de ver Jettas, A3, BMW Série 3 e outros carros considerados "carros autoentusiastas" na mão de verdadeiros asnos volantes. E já ví minivans familiares ou "carros de velho" serem conduzidos de maneira mais rápida e eficiente que os "carros autoentusiastas" que o povo tanto fala.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Por favor, estou com sono. Onde escreví "gosot", leiam gosto.

      Excluir
    2. Bianchini,
      Pois é .. ficar vendo tv até de madrugada dá nisso

      Excluir
  38. Porque o Cruze ainda não foi avalidado pela equipe do AUTOentusiastas?

    ResponderExcluir
  39. MAO. Matando a saudade dos leitores com dois artigos seguidos. Legal. O post é surpreendente em alguns aspectos. Cobalt "é um feito de engenharia..." Pelo espaço interno, conforto de suspensões e silêncio, vá lá. Mas com motor 1,4 desanima. Andei em um e vários detalhes me desapontaram. Esperava uma evolução sobre o "novo" Corsa e só vi ganho em espaço. Materiais muito pobres (inferiores até) e detalhes de retrocesso que me incomodam: não ter controle um toque para todos os vidros - todos os Chevrolet desde os anos 90 possuíam isso; não ter lugar para tweeter nas portas; ajuste de altura somente do assento e não do banco todo; ajuste do encosto por alavanca... Não me senti num Chevrolet.

    ResponderExcluir
  40. Oi MAO
    Vc ja considerou o Sentra? Tem a opção manual 6 marchas, e o CVT com conversor de torque, acaba com a famosa patinada que ocorria no FIT. O carro tem um comportamento muito bom, neutro, aponta bem na curvas. A relação custo/beneficio é excelente. O Cobalt me surpreendeu nessa lista. Tenho um Agile LT que eu to vendendo antes do tempo, pois o conjunto motriz não me agradou, muito menos o comportamento do carro. Considere uma Spacefox, tive uma que rodei desde zero e vendi depois de 2 anos com 96 mil KM, carro muito agradável. Quanto ao Opala, não me desfaço do meu, tava em Lindoia esse ano e como o carro é gostoso de rodar.
    Forte Abraço

    ResponderExcluir
  41. se o Cobalt tivesse um motor um pouco mais forte, maior e uma tracao traseira(!!!!!!!) ele seria otimo seria o melhor de todas as listas 10s!!
    e a GM poderia so trocar o nome: New Chevette!
    KCT

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Thiago
      Pare de delirar ... voce está ardendo em febre meu filho.
      Se quer um carro legal com tracao trazeira compre um M3 e ponto final!

      Excluir
  42. Boa noite MAO,

    Ótimo post...eu também perdi meu Pai recentemente e depois de viver esta experiencia mudei muito minha forma de pensar.

    A minha esposa também estava doida por um carro automático, então vendi meu Siena 1.8 2007,com apenas 247.000 Km, e o Fox 1.0 2005 dela, com 93.000 Km e comprei um Tiida SL automático completinho, inclusive com teto solar. É economico na cidade e gostoso na estrada. Já fiz bate-volta até o RJ, moro em SP, e não cheguei moído. É bem confortável. Tirando o fato de ele ser meio baixo e viver raspando em valetas e lombadas, ela adorou o carro. Nunca desejei este carro, mas depois de um Test Drive e das condições oferecidas pela Nissan, pra mim foi o melhor negócio.

    Mas como em SP, quem tem 1 carro praticamente não tem nenhum (rodizio, transporte deficiente, etc) acabei comprando por uma ninharia um fiestinha CLX 1.3 97, também completinho. O carro era da madrinha de um amigo e ela estava com ele desde zero Km. Tirando alguns penaltis na lataria, que não vou consertar, estou me divertindo muito com o carrinho.

    Como também não uso o carro para trabalhar, fiz apenas um seguro contra terceiros, pois além de ser um carro pouco visado, ele ainda veio com uma trava Multlock.

    Boa sorte na escolha.

    Abs,

    Roberto.

    ResponderExcluir
  43. Avaliação do Cruze manual pelo AE já!

    ResponderExcluir
  44. MAO me fez apaixonar pelo focus, (tanto que comprei um 2008 1.6flex)com seus belos textos falando a verdade (comprovei), agora nem coloca o focus 2 na lista ? adoro o Jetta mais tem que ser ou 5cil ou o TSi, então Cruze seria a minha escolha. (na verdade um Focus Titanium).

    ResponderExcluir
  45. xiii... as viúvas da GM já aparecem aos montes.

    o Cruze é um bom carro, já dirigi. Melhor coisa que a GM fez na última década talvez. Mas nem de longe é uma evolução do que tínhamos por aqui nos anos 90.

    Façam um comparativo Cruze x Insignia e descobrirão como até os entusiastas estão sendo enganados com essa de produto "emergente".

    bom carnê pra vocês!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. anonimo, 4:21AM

      O seu comentário só vale se você já dirigiu um Insignia. Se sim, ótimo, beleza, se não, é só um tiro no escuro.

      Excluir
    2. sim, dirigi um insignia station na alemanha.
      e sim, estamos recebendo coisa mediana e pensando ser o fino trato. sem perceber nos acostumamos com a mediocridade.

      se tiver a oportunidade, dirija um golf 6 (prestes a sair de linha na europa) e compare com nosso bom golf 4. verá que o bom pode ficar muito melhor.

      Excluir
    3. O anônimo de 07/05/2012 04:21 tem toda a razão!!!
      Na verdade muito me espanta alguém do AE elogiar Cruze e Cobalt. O Corsa C 1.8 é MUITO mais ágil e tem melhor comportamento geral (pra não dizer que o Cobalt é um dos maiores lixos que eu já vi e andei) e um simples Astra 2010 atropela e come com farinha o Cruze.
      Aliás, o Astra 2010/2011 jamais deveria ter sido descontinuado. Nunca desempenho foi tão barato. Onde se conseguia um carro que fazia 0-100km/h em 9,0s por menos de $50k??? Sem contar com o comportamento dinâmico primoroso do Astra.
      Se era para tais carros terem sido encerrados, que fossem substituídos por outros MELHORES, não piores.
      A GM atual continua deprimente.

      Excluir
    4. Comportamento dinâmico primoroso do Astra já forçou né! O Astra tá mais pra sofazão da sala... hehehe

      Excluir
    5. kkkkkkk... boa! Sofazaflex!

      Excluir
  46. MAO;

    O Versa têm a vivacidade que o Cobalt não têm, ele têm aquela sobra de torque que dá um temperinho a mais nas ultrapassagens; a caixa é meio molenga, um pouco borrachuda e solta. O espaço dentro faria inveja ao saudoso Omega nacional.

    Grand Livina; câmbio manual só se teu trajeto é predominantemente menos acidentado, equacionar embreagem com a falta de torque em baixas rotações é um exercício que cansa depois de um tempo. Falta força em rotações mais normais, mas como sei que gosta de fazer o motor girar, vai se surpreender com o tipo de desempelho que só a Nissan - ao que parece por conhecer toda a linha - parece fornecer na sua faixa. Máximas reais na faixa dos 200 km/h (sexta cheia e nem precisa de tanto espaço), não são lorota. Mas é um tanto desajeitada nas curvas pois inclina bastante e a suspensão é seca em piso menos acurado. A largura também é tímida. Direção elétrica boa, mas caixa um pouco seca demais, não têm um tato interessante.

    Jetta automático é espertinho, méritos da caixa, quase pensei que era um turbo (maravilhoso, anda muito mesmo!) nos primeiros metros iniciais, boa escolha.

    Fluence é melhor, dá sensação de coisa mais sofisticada, a caixa também é um mimo e anda bem.

    Voyage é tudo aquilo que falou, mas é um pouco simplório demais dentro, mas para dirigir é um dos melhores.

    Grand Tour é bacana e ótimo custo/benefício...e continua linda para meus olhos.

    Meu humilde veredicto visto que espaço é necessidade?

    Eu esperaria um pouco mais pelo Cobalt 1.8; também gostei dele desde ínicio, meus poucos parafusos imaginaram um pequeno Cadillac Genérico, aquela azul metálico lindo e corporativo (me lembra identidade, tipo ZR-1 Blue Devil), tecidos macios dentro. Aguarde a versão com mais força e - quem sabe - com caixa manual.

    Mister Fórmula Finesse (MFF)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. MFF,

      Sim, o Versa dizem ser bem mais veloz.

      Mas sabe, se fosse atrás de velocidade ia mais além e pegava o Voyage.

      Não é bom ter tantas opções?
      MAO

      Excluir
    2. É ótimo amigo MAO;

      Mas o Versa ainda empurra mais que o Voyage da metade do contagiros para cima; mas sai bem mais de traseira se for obrigado a frear meio forte na curva.

      Dos dois? O voyage é ainda mais gostoso de tocar; mas perde em espaço, direção na cidade (elétrica acostuma mal na lida urbana) e sensação de conforto.

      Têm uma verve um pouco mais jovem e esportiva...

      MFF

      Excluir
  47. Estamos na pindaíba no Brasil mesmo. Não temos hot hatches, grandes sedans nem grande variedade de peruas.
    Quando existem, estão numa faixa de preço absurda.

    ResponderExcluir
  48. Quanto ao Cobalt, tenho lido a respeito e todos ate agora são elogios ao seu comportamento, espaço interno.
    Mas custava fazer um desenho mais agradável?

    ResponderExcluir
  49. Clésio LuizMay 6, 2012 08:52 AM, disse :

    "A GM poderia consertar facilmente a feiura do Cobalt adotando os Faróis da Minivan Spin. Eles tendem a deixar o modelo no mercado por um bom tempo, então eu creio que é questão de tempo de consertarem a feiura dele. Aí sim, vai faltar fábrica para atender os pedidos."


    Concordo integralmente com o comentário acima.

    ResponderExcluir
  50. MAO

    Beleza de texto, como sempre. Precisa aparecer mais por aqui.

    Ah!, e não pensa que eu esqueci, você ainda está devendo o post do Celta que prometeu.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. FGV,

      Grato, e OK, um dia eu chego lá no Celta...
      MAO

      Excluir
  51. Duvido que o Colbalt com esse design quadradão tenha Cx 0.32 e o Agile, tenha coerentes 0.37.

    O Corsa 2002 tem 0.32!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se você dirigir os dois a alta velocidade (Cobalt e Agile), vai perceber que o Agile tem que fazer um esforço tremendo para passar de 140 Km/h, coisa que não acontece no Cobalt.

      Os números da GM fazem todo sentido.
      MAO

      Excluir
    2. MAO, o Agile também tem uma área frontal maior, não tem?

      Isso por si só, não faria o Agile ser pior mesmo com um Cx igual?

      Excluir
    3. Não tenho dados, mas não acredito que seja maior.
      MAO

      Excluir
  52. Pô Bob,
    você que é chegado lá na GM poderia arrumar um Cruze manual pra dar umas voltas hein?

    ResponderExcluir
  53. Minha lista seria seria essa: 10 +
    New Fiesta
    New Focus
    Cruze
    Cobat 1.8 (ainda não lançado)
    Gran Siena 1.6 16v
    Bravo
    Sentra CVT
    Megane GT
    Jetta Tsi
    408 THP

    ResponderExcluir
  54. agora que escreveram aqui que o Cobalt está na lista....
    de repente o carro ficou bom e bonito...

    de repente a GM não faz mais carro ruim

    de repente a GM não está mais tão atrasada assim...

    de repente a GM gloriosa voltou aos tempos áureos...

    como são condutíveis.. affff

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu , como muito, dos leitores aqui nao mudei minha opiniao sobre a GM.
      Agora respeito a opiniao de quem já dirigiu esses novos modelos.
      Mas continuo arredio a ideia de comprar um GM

      Excluir
    2. Cobalt e agile, tão horríveis... do que vejo circulando por aí acho que só um chinês é mais horrível.

      Excluir
    3. Acho que a idéia da GM é fazer um carro tão horrível que não tenha valor de revenda nenhum. Ou seja, totalmente descartável mesmo. Mas quando o mercado se der conta disso será tarde demais.
      Talvez a GM tenha percebido que quando um carro é bom de revenda ele (usado) tira potenciais compradores do carro novo. Então é interessante (para a GM) fazer carro de baixa durabilidade e que seja praticamente impossível de ser revendido (ou seja revendido por preço de banana).
      É uma faca de 2 "legumes", afinal, para tentar destruir o mercado de usados ela pode estar dando um tiro no pé, afinal, o nosso mercado ainda valoriza muito o quesito valor de revenda.
      E tudo isso sabe porque? Porque há um abismo de qualidade entre os produtos GM atuais e os de 10 ou 20 anos atrás. Então, definitivamente, o comprador GM de hoje não tem nada a ver com o de 10 ou 20 anos atras. Estes últimos já pularam fora da GM há tempos. Como exibido claramente em propagandas anteriores, a GM "acha" que quem teve um Vectra B é potencial comprador de um... Classic! (alguém se lembra da propaganda da noiva e o pai num Classic?) Como esses caras de marketing da GM viajam.

      Excluir
    4. Sandoval Quaresma07/05/12 19:38

      os taxistas em geral estão entrando de cabeça no Cobalt e estão gostando. Logan não é lá aquela brastemp e o voyage, uma caca. em florianópolis tá cheio de classic 1.0 que são todos uma lástima num lugar cheio de morro e movido a gás ainda por cima. aos poucos o cobalt tá dominando.
      vendo-o na rua tem presença, parece mesmo um carrão. não gostei do painel de moto e queria saber por que a GM divulga fotos dos carros sempre com os limpadores fora da posição de repouso, sempre pra cima, igual belina velha.

      Excluir
    5. Eu não consigo entender como alguém ainda compra um Classic, se tem o Logan, mais moderno, maior e o mesmo preço! E olha que não gosto muito dos Dácias...hehe

      Excluir
    6. anonimo 7/5 23:41

      Já ouviu falar em gosto pessoal? Pois é...

      Não é todo mundo nessa faixa de mercado que compra unicamente por questões racionais, visando somente o serviço que o carro vai lhe prestar.

      Não se pode julgar ninguém por isso. Cada um na sua e boa.

      Excluir
    7. Bussoranga

      Discordo no caso da propaganda. Seria uma burrice sem tamanho por parte dos marqueteiros inferir um troço desses. Isso é subestimar, e muito, a inteligência do consumidor. Não lembro bem do comercial mas acho que o pai comprou o carro para dar de presente para a filha o que já derruba a hipótese de que trocaria o Vectra pelo Classic. No caso do pai ele já passou dessa fase e a filha estaria começando a vida. Então, o Classic, supõe-se, seria seu primeiro carro.

      Excluir
    8. O Classic anda mais e é mais divertido pra mim é suficiente para escolhê-lo,alem do fato de eu não gostar de carros franceses.
      Felipe Tavares Reis

      Excluir
    9. Voz da Verdade09/05/12 17:17

      Felipe Tavares Reis é o protótipo do consumidor de GM!
      Acha que Classic "anda mais" por ter câmbio amarrada, acha "divertido" ser enganado por um remendão chinês, e não gosta genericamente de "carro francês"... Santa enteligenssia!

      Excluir
  55. pra minha família minha lista também teria desde Cobalt até BMW Série 7... o único problema é que um é um pouquinho mais caro que o outro...

    fácil fazer lista de 10 quando o valor quase dobra né?

    e viva o jett... santanão entusiasta do bitu!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. kkkkkkkkk... Ae B2!!! Aproveita o IPI!!!

      Excluir
  56. MAO
    Vocês chegou a analisar Gran Siena frente ao Versa e ao Cobalt?
    Qual a sua opinião?
    Abs
    Ronaldo

    ResponderExcluir
  57. Francisco Neto07/05/12 11:52

    Não consigo conceber o Cobalt com alças do porta mala, invasivas. Um sistema pantografico daria mais requinte a este carro.

    ResponderExcluir
  58. Para vocês verem que gosto é como aquilo mesmo.
    O Cobalt com os mesmo equipamentos importantes do Versa (Ar, DH, Air bags e ABS) custa praticamente a mesma coisa nos sites dos fabricantes, entretanto o Versa seria o Top de Linha e o Cobalt Intermediário.
    Veja que o Cobalt é mais caro se olharmos toda a linha. No intermediário o motor é pior que o do Versa. Tenho ainda que discordar totalmente do MAO. Chamar o Cobalt de "não é um carro bonito" e o Versa de "pouco estranho"... veja que gosto é como cérebro, todo mundo tem um. Eu acho o Versa até bonitinho, principalmente o vermelho. Já o Cobalt eu não compro nem de graça, principalmente com esse motor de chevette.
    Se estamos pensando em custo benefício vamos largar mão de ser fanboy da GM, o Versa tem um pacote melhor que o do Cobalt e cobra menos por isso.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Leonardo,

      Quem dera o Chevette tivesse este motor...

      Mas o Versa é muito bom mesmo, e mais veloz que o Cobalt. Mas eu gostei do conforto e do silêncio do Cobalt. São dois carros muito bons, e feitos com o olho na utilidade e não na aparência, o que me agrada.

      Ambos são boas escolhas. Como já disse, cada um do seu jeito, nada é perfeito.
      MAO

      Excluir
  59. Fui com meu pai neste último sábado ver e fazer test drive no Mitsubishi Lancer com caixa CVT. Baita carro. Anda pra caramba, freia muito, estabilidade ímpar (a atitude do carro em curvas me lembrou o civic SI). Peca um pouco no espaço interno traseiro em relação aos concorrentes. A caixa CVT possui programação para 6 marchas virtuais e a usual, que fica em Drive e o carro varia continuamente as relações.

    Além disso tem opção de câmbio manual de 5 marchas.

    Mais barato que o Jetta...de repente cabe no seu orçamento e é um baita carro.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Carlos Eduardo
      Boa pedida..
      Acho lindo esse carro , e se voce instalar um aerofolio trazeiro fica "quase igual" a um EVO-10 !
      Na minha opiniao é o melhor nessa faixa de medio sedã!

      Excluir
  60. Carlos; o Lancer começa em 75 mil na versão manual...

    É caro o bichinho apesar de ser muito bom de guiar, na versão automática, com alguns opcionais, encosta no Jetta Turbo; e aí...a briga é impossível!

    MFF

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sem negociar nada, a vendedora apresentou o carro a 73 mil pro meu pai, e ele podia escolher a cor.

      Manual saía a 70 mil.

      Tem a versão GT que sai a 89 mil, e as diferenças são bancos em couro, teto solar, rodas 18" e central multimídia. O resto é absolutamente igual. Meu pai detesta bancos em couro, não usa teto solar, as rodas são dispensáveis e ele só escuta a CBN e a Nova Brasil FM. Então todos os "opcionais" dessa versão GT são desnecessários pra ele.

      Como ele falou que consegue chegar no Jetta turbo, se ele comprar o Lancer sobra pelo menos 15 mil de troco pra comprar um opala 6 bocas (em relação ao preço do jetta). E garanto a diversão com os 2.

      Excluir
    2. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    3. Voz da Verdade09/05/12 18:51

      Só mesmo rindo muito alto de que um Lancer automático encosta no Jetta Turbo. Principalmente com esta versão "GT" que, como dito, de GT não tem nada, é só perfumaria para boyzinho.

      Excluir
    4. Voz da verdade
      Leia de novo e tente interpretar melhor. Ele quis dizer em termos de preço, não em desempenho.
      Agora se é pra falar de desempenho, caso a carteira for bem recheada, tem o Lancer Sportback Ralliart. Ele não encosta no Jetta TSI, simplesmente o devora e depois arrota pela dupla saída de escape.

      Excluir
    5. Troller boss10/05/12 16:37

      A-ha. E a proposta do Lancer Sportback Ralliart é a mesma do TSI...
      Se é assim, pego um 911 turbo e devoro o Lancer. Simples!

      Excluir
    6. nao vale! da pra comprar 2 Jettas TSI... Essa Mitsuba... kkkkkk... PIADA!

      Excluir
  61. Kia Carens, família feliz.

    ResponderExcluir
  62. Gostei da lista, MAO, só tiraria o Voyage, que sempre foi breguinha, desde o GI de 1981, no seu lugar botaria a Kombi nessa lista, mesmo preço e é Volks. Exelente giro, ótimo treino p/ o seu filho que vai tirar carta, excelente opção p/ levar sogra em bailes e festas de casamento.

    ResponderExcluir
  63. Mao, desculpe, mas dê uma olhada melhor no Livinia, péssimo acabamento, bancos parecem os Chevy antigos com bco inteiriço na frente, se olhares os pedais já estão com sinais de ferrugen, dá uma abaixadinha e veja Vc mesmo, o acabamento da tampa da mala é em cartão forrado, e sem acabamento, os parafusos de fixação dos bcos são aparentes, ao estilo dos fuscas, e se por engano pedires bcos de couro, ai Jesus é ver p/ crer e sair correndo, mas a grade dianteira tem um friso cromado(rs), todos os vendedores fazem esta afirmativa, a grade é "cromada". No restante, bom saber que a lista está grande novamente de opções no mercado nacional. Abraço.

    ResponderExcluir
  64. MAO, e quanto ao Peugeot 408 THP, que o Félix, falou mais acima, o que acha do carro? Acho que é uma pena o que a Peugeot faz consigo mesma aqui no Brasil, considerando péssimo pós-venda e escassez de peças. Mas enfim, já andou nesse belo sedã, que na minha opinião tem um design muito acertado?
    Abraços
    Brenno Metzker

    ResponderExcluir
  65. Opa, eu sabia que minha escolha estaria nessa lista. Sem duvida a Megane Grand Tour é a melhor relação custo/benefício. Além do que aconchega muito bem pessoas grande (tb é meu caso). Pesquisei muito antes de adquiri-la e não troco por nenhum outro aí dessa lista. Completíssima, sem falar no piloto automático, que deveria ser obrigatório, de tão bom.

    ResponderExcluir
  66. Opa, eu sabia que minha escolha estaria nessa lista. Sem duvida a Megane Grand Tour é a melhor relação custo/benefício. Além do que aconchega muito bem pessoas grande (tb é meu caso). Pesquisei muito antes de adquiri-la e não troco por nenhum outro aí dessa lista. Completíssima, sem falar no piloto automático, que deveria ser obrigatório, de tão bom.

    ResponderExcluir
  67. MAO,

    O que vc achou do Cruze hatch?

    ResponderExcluir
  68. se fosse solteiro ficaria com um 500 ou um New Fiesta hatch, mas como estou atualmente, casado e com uma filha, optaria pela Megane GT nesta faixa até 50 mil. Na faixa dos 60, novo, compraria um Sentra S CVT, Bravo ou 308 1.6 16v. Usado, um Fusion 2.5 2010. Na faixa dos 70, ficaria entre o Fluence Privilege e o 408 THP. Na faixa dos 80 (quase 90) o Jetta TSI é insuperável.

    ResponderExcluir
  69. Sei lá, antes de fazer essa lista, eu esperaria alguns meses para ver o que a Fiat fará de sua Palio weekend, que sempre pareceu charmosa, boa de bagagem, mas que maltratava um pouco quando se queria viajar com 3 pessoas no banco traseiro. Se for mais para Siena e não ficar muito perto da Megane GT, seria amplamente considerável.
    Estranhei Cobalt, Versa e não Logan. Seria uma retaliação ao fato de o 1,6 16 válvulas só estar disponível para o cambio automático?

    ResponderExcluir
  70. Falando em Livina,

    alguém poderia me dizer qual a utilidade daquele pequeno dente plástico que fica do lado externo do vidro do motorista?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Marcelo Junji14/05/12 00:11

      Também quero saber.

      Excluir
  71. Carros novos bons e que eu posso comprar é um conjunto vazio. Ou estou muito exigente, ou muito pobre, ou a industria nacional ja era.
    Ficaria com dois Opalas kkkkk

    ResponderExcluir
  72. Mao,e que tal um MITSUBISHI LANCER 2.0 manual com seus 160cv e 20 e tantos mkqf de torque por $68,000???

    MQ

    ResponderExcluir
  73. Ferreirafp08/05/12 10:19

    Dificil trocar um Corolla por um Cobalt. Não que o autor tenha sugerido isso. Mas colocar o Cobalt em primeiro e o Fluence em oitavo... . Começa pelo motor 2.0 contra 1.4. Mas enfim, essa é uma sugestão. Não sei se porque o meu pai sempre teve Chevrolet e eram umas porcarias (Chevette e Marajó), mas eu disse pra mim mesmo que jamais teria um. Odiava a Marajó só pelo fato de ela parecer que sempre iria decolar, mesmo vazia, isto é, com a suspensão dianteira mais alta que a traseira. Talvez do Cruze pra cima.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ferreiafp
      A linha Chevette , na minha opiniao , era horrivel.
      Nunca gostei desse carro:
      desenho sem graca ( fora os primeiros Tubarao)
      motor pífio
      suspenssao ruim
      bom acabamento
      vantagens da tracao traseira. (mas que nada adianta sem motor)

      A versao 1.0 foi uma verdadeira piada de mal gosto.
      Enfim a verdadeira definicao de carroça.

      Excluir
  74. Melhor definição que li sobre o Cruze: um GM menos pior.

    ResponderExcluir
  75. Quantas pessoas tem na sua casa?

    Pois vejo uma certa obsessão p/ sedãs e peruas/vans.

    Vc precisa de tanto porta-malas assim?

    Estou dizendo isso pq existem hatches de grande porte e bom espaço interno - C4 e Bravo p/ ex. - que eu pessoalmente preferiria.

    ResponderExcluir
  76. É isso aí, Pisca.
    E ainda tem o detalhe de que quanto menos bagagem se carrega, mais divertida é a viagem. Carro não foi feito para levar metade da casa junto.

    ResponderExcluir
  77. Minha esposa sempre queria um grande sedã, mas nunca comprei por não gostar. Hoje, temos um Astra hatch, mas se alguém lhe perguntar qual seu tipo de caro preferido, ela dirá que qualquer um está bom, desde que seja pequeno e hatch.

    ResponderExcluir
  78. Eu compraria o Voyage e não venderia o Focus.Eu ate entendi por que você gosta do cobalt mas não consigo concordar,pra mim é um carro grande e só,mas se você gosta... boa compra seja ela qual for.
    Felipe Tavares Reis

    ResponderExcluir
  79. Acho que dos citados eu ficaria com o Cruze,Cobalt e Voyage(poderia ter duas portas, para lembrar os tijolinhos de antigamente).


    "...Opala de novo na garagem. Ou um Chevette. Ou um BMW série 3 dos anos 90.Ou ainda eu posso matar aquela velha vontade de ter um Fusca..."

    MAO não faça isso de ter um Fusca, eu tive um e te digo, essa porqueira tem aquele "tchan", consome bem, anda pouco e barulhento,mas, é simples e prazeroso até demais de guiar.

    ResponderExcluir
  80. Fui fazer uma lista com este mesmo espírito.
    Não consegui achar nem um carro novo que me empolgasse aqui no Brasil, nenhum carro que me deixasse com vontade de sair sem ele e voltar com ele.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É por isso que estou com meu Astrão há cinco anos e meio.
      Cada dia está mais difícil escolher um substituto.

      Excluir
    2. É por isso que estou com meu Astrão há cinco anos e meio.
      Cada dia está mais difícil escolher um substituto.

      Excluir
  81. Respostas
    1. vc deve ter um fusca pra falar isso ou melhor não entende nada de carro......so pode...

      Excluir
  82. mao! tô afim do voyage. acho ele a mais bonito dos sedans compactos. e é vw né. vc acha que seria uma boa compra pelo preço de 40 paus? ou poderia recomendar que eu veja outros?

    ResponderExcluir
  83. por deus se eu tivesse grana não pensaria duas vezes nen mesmo comparava.
    com toda certeza compraria um jeeta da vw é lindo demais esse carro .......

    ResponderExcluir
  84. cara sem duvida alguma se eu tivesse grana compraria o jetta sem comparar carros esse carro e lindo demais .
    não é porque trabalho na volkswagen mas sim pelo carro que ele é .....blz....

    ResponderExcluir
  85. por deus se eu tivesse grana não pensaria duas vezes nen mesmo comparava.
    com toda certeza compraria um jeeta da vw é lindo demais esse carro .......

    ResponderExcluir
  86. por deus se eu tivesse grana não pensaria duas vezes nen mesmo comparava.
    com toda certeza compraria um jeeta da vw é lindo demais esse carro .......

    ResponderExcluir
  87. A Ford te abandonou MAO? Ahãm!!!

    Bom é o Cruze, que tem multilink lá fora e pros tupiniquins que se F..., né!?!? Se eles querem nos F..., nada mais justo do que retaliar!!!

    O Focus ainda é a minha primeira opção, mas mesmo assim estou relutante... Afinal 2013 promete e o carro (2007) que entraria na troca, "está com tudo em cima"...

    Sugeri ao meu cunhado a Megane GT, tanto ele, quanto minha irmã estão muito satisfeitos com "a nave", mas confesso que achei a posição de dirigir um tanto alta pro meu gosto, mas o motor surpreendeu bastante, levando em conta que é 1.6.

    ResponderExcluir
  88. Chega a ser cômico de tão ridículo... Voyage, Cobalt???
    Lí só um pouquinho e rí muito... comece a escrever de cozinha.

    ResponderExcluir
  89. Quase comprei um Cobalt e nao acho feio pra QUASE nada! Mas depois que li em algumas revistas sobre o consumo e escutei minha amiga que, no auge do entusiamo, comprou um e se arrependeu! Desisti! Segundo ela, Consume muito mesmooo! Dizem que o Nissan Versa tem um bom consumo, mas que a Nissam é pessima no pos-venda e encontrar as peças para esse carro é um problema! Por tanto, eu vou comprar um EcoSport FreeStyle 2.0 automatico! Muito confortavel, espaçoso, muito lindo, um carro seguro e gosto muito da Ford. Otimo para familia! Estou quase sempre com meus dois filhos e minha avo. Imagina, neh?! A versao 1.6 XLT flex esta em oferta por R$ 49.900 Fica a dica!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Autoentusiasta e Ecosport não combinam! XÔ!!!

      Excluir

O Ae mudou de casa! Todos os posts do blog foram migrados para o site. Por favor busque por este post no site e deixe o seu comentário lá.
Um abraço!
www.autoentusiastas.com.br

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...